Protótipo é capaz de rodar por 612 km com uma carga

A Nissan está tentando criar um novo segmento, que a marca chama de "sedãs esportivos elevados", com a apresentação do conceito IMs no Salão de Detroit (EUA). Ele combina a altura do solo de um crossover com o formato de um sedã tradicional de quatro portas e motorização elétrica.

Para deixar o sedã com desempenho esportivo, a Nissan colocou um motor elétrico em cada eixo, produzindo um total de 489 cv e 81,5 kgfm. É abastecido por uma bateria de 115 kWh, que rende autonomia estimada de 612 km. O motorista pode escolher entre o modo totalmente autônomo ou pilotar o carro por conta própria.

O exterior do IMs é futurista, mas familiar para um sedã. O design utiliza uma superfície esculpida com camadas para criar seções com linhas suaves. A dianteira não tem grade, mas a Nissan ainda assim incorporou seu característico "V" frontal, utilizando os faróis para criar este formato. O teto arqueado é especialmente elegante e, como quase todo carro conceitual, o sedã da Nissan tem portas traseiras suicidas, para melhorar o acesso à cabine. Na traseira, uma fina linha em LED corta toda a tampa do porta-malas.

'

Do lado de dentro, a Nissan quer que o visual invoque o "futurismo japonês atemporal". A cabine utiliza acabamento de tecido preto nos bancos e detalhes dourados pelo painel e portas. Conta ainda com um estranho layout de três assentos, sendo dois bancos rebatíveis bem ao fundo e um assento maior na frente deles. Há várias telas para o motorista e, quando o IMs está no modo autônomo, o volante é guardado e o condutor pode girar o assento para ficar de frente para os passageiros dos bancos de trás.

Fotos: Nissan