Versão norte-americana terá novo design e mais torque para o motor 2.0 turbo

Ao longo de 2018, os norte-americanos comprar 4,25 milhões de sedãs. É o que a Volkswagen diz em sua conta no Twitter, divulgando a estatística junto com uma nova imagem do novo Passat para o país. Esta é a primeira foto do sedã, que será revelado na semana que vem, durante o Salão de Detroit. Aqui no Brasil, continuamos esperando pela reestilização do sedã na Europa.

A imagem divulgada não mostra muito, focada totalmente na roda com cinco aros e pneus ContiPro Continental. Pelo o que já sabemos do novo Passat norte-americano, ele terá uma nova versão topo de lina R, e estas rodas de 19 polegadas serão exclusivas para esta configuração. As demais usaram rodas de 17 e 18 polegadas.

 

Além das novas rodas e do visual atualizado, o Passat norte-americano não deve mudar muito. Continuará a usar a plataforma do atual, uma modificação da base PQ46 da geração passada do modelo europeu. Enquanto isso, o sedã para o resto do mundo adotou a arquitetura modular MQB, já usada em carros como Jetta, Golf e Arteon. O motor 2.0 turbo deve continuar o mesmo, produzindo 176 cv, mas com um leve aumento de torque, chegando a 28,6 kgfm, contra os 25,4 kgfm do atual.

Assim como o Atlas de sete lugares e o Passat atual, ele será produzido no Tennessee. Terá quatro versões disponíveis no lançamento, ainda não divulgadas, e os preços devem subir. O novo Passat para os EUA tentará aproveitar o buraco criado com a nova estratégia da Ford de não vender mais hatches e sedãs no país.

Fonte: Volkswagen / Twitter

Galeria: Volkswagen Passat 2020 - Versão Estados Unidos