Será apresentado em janeiro, na feira de tecnologia CES

A feira Consumer Electronic Show (CES) está cada vez mais forte. Neste ano, a Mercedes-Benz escolheu o evento de tecnologia para revelar a nova central multimídia MBUX, que foi adotada por modelos como o novo Classe A. Para a edição do ano que vem, a fabricante alemã irá subir o nível e mostrar um carro inédito: a segunda geração do CLA.

Pode parecer estranho que uma fabricante automotiva tenha escolhido mostrar um carro em uma feira de tecnologia, ao invés do Salão de Detroit (EUA), que acontece poucos dias depois. Na verdade, até faz sentido considerando o quanto os carros de luxo estão se tornando computadores com rodas. A nova geração do sedã servirá como uma alternativa mais estilosa (e cara) ao Classe A Sedan e a Mercedes irá mostrar uma versão mais completa do MBUX, com mais funções.

Apesar de ter sido revelado há quase um ano, o sistema sucessor do COMAND já aprendeu novos truques. A versão evoluída do Mercedes-Benz User Experience terá novas funções, que ainda não foram divulgadas - afinal, é o que a empresa quer mostrar na CES no dia 8 de janeiro, junto com o novo CLA.

Galeria: Mercedes-Benz CLA 2020 - Novos flagras

Enquanto isso, o teaser acima mostra exatamente o que esperamos do CLA - um sedã com um teto bem mais inclinado imitando cupês. Torcemos para que a Mercedes tenha ido um pouco além e tenha feito mais alterações no design em comparação ao Classe A Sedan, para que faça valer o preço e posicionamento que terá.

+ Inscreva-se no canal do Motor1.com no Youtube
+ Nos acompanhe também no Instagram

Todo o resto que é oferecido no Classe A Sedan deve ser levado ao novo CLA. Ou seja, seu motor básico será o 1.3 turbo de 163 cv e 25,5 kgfm de torque, subindo para o 2.0 turbo nas versões de 190 cv e 30,6 kgfm, e de 224 cv e 35,7 kgfm. No futuro, haverá o CLA 35, com 306 cv e 40,9 kgfm, da mesma forma que o A35 hatchback. Se for pouco, a Mercedes ainda deve lançar o CLA 45, com mais de 400 cv.

Fonte: Mercedes-Benz