Modelo indiano pode ser exportado a partir de 2019, para brigar com Kwid e Mobi

A Hyundai volta a apostar no segmento de entrada na Ásia com o Santro, nova geração do subcompacto – que inclusive foi vendido no Brasil com o nome de Atos Prime. O modelo foi apresentado na Índia no começo de outubro para ser o mais barato da empresa no mercado local. Em entrevista ao site Economic Times India, Young Key Koo, diretor da fabricante no país, disse que o Santro será exportado para outras regiões, como Europa e América Latina.

“Nosso foco imediato é o mercado doméstico, mas planejamos começar a exportação no ano que vem. O Santro é um carro feito na Índia para a Índia e o resto do mundo”, explica Koo. “Iremos começar com 15 mil a 20 mil unidades exportadas em 2019. O foco inicial será na Europa, mas o novo Santro também irá para mercados como sul da Ásia, África do Sul e América Latina.”

Hyundai Santro 2019
Hyundai Santro 2019

O Hyundai Santro é um subcompacto com 3,61 metros de comprimento, 1,64 m de largura, 1,56 m de altura e 2,40 m de entre-eixos. Utiliza motor 1.1 de 69 cv e 10 kgfm, acoplado a uma transmissão manual de 5 marchas ou automatizada. De acordo com a fabricante, o consumo médio é de 20,3 km/l.

Embora o executivo tinha falado em América Latina, a chance do Santro chegar ao Brasil é praticamente nula. O custo para importação, mais os impostos e câmbio fariam com que o subcompacto desembarcasse com preço elevado, como é o caso do Kia Picanto. O mais provável é que seja vendido em países como Argentina, Chile e Uruguai, que são mercados mais abertos para carros importados.

Fonte: Economic Times India

Galeria: Hyundai Santro 2019