Lewis Hamilton aparece se divertindo em primeira aparição da versão de produção

O hipercarro da Mercedes-AMG não é mais um projeto. O aguardado hipercarro híbrido, impulsionando por um motor a combustão e outros elétricos, já tem nome: simplesmente "One". Até então o modelo era conhecido como Project One.

Além de oficializar o nome, a Merces-AMG também divulga novas informações sobre as capacidades aerodinâmicas do One, que incluem uma asa traseira de dois estágios com várias partes projetadas para maximizar o downforce do carro no modo de corrida.

Mercedes-AMG One

Com uma velocidade máxima esperada de mais de 351 km/h, o One é equipado com um motor V6 turbo 1.6 de 671 cv e quatro motores elétricos para extrair um total de mais de 1.000 cv de potência. Uma informação ainda não confirmada é a de que o motor 1.6 a gasolina foi desenvolvido para trabalhar em altíssimos 11.000 rpm e precisará ser reconstruído a cada 50.000 quilômetros.

Como é de comum num segmento como este, a exclusividade faz parte do projeto. Para incrementar ainda, a Mercedes anunciou que os afortunados compradores do One poderão acompanhar todo o progresso do desenvolvimento do veículo por meio de um novo showroom móvel localizado em Munique.

Mercedes-AMG One

Batizado como "The Future of Driving Performance", o trailer customizado oferecerá aos futuros donos do One a oportunidade de se sentar no cockpit do veículo e testemunhar seus vários extras opcionais. 

Mais informações sobre o Mercedes-AMG One devem ser anunciadas no Salão do Automóvel de Paris da próxima semana. Independentemente do que for divulgado, isso não muda o fato de que todos as 275 unidades do Mercedes-AMG One destinados à produção já foram reservados.

Galeria: Mercedes-AMG One