Crossover de visual ousado é sucesso na Europa, mas amarga vendas baixas nos EUA

Apesar do lançamento relativamente recente, o Kicks assumirá logo de cara na América do Norte a responsabilidade de representar sozinho a Nissan no concorrido segmento de SUVs compactos. Isso porque o ousado Juke está deixando de ser oferecido na região após não alcançar o sucesso comercial esperado pela marca. Enquanto na Europa o modelo emplacou só no ano passado mais de 95 mil unidades, nos Estados Unidos pouco mais de 10 mil exemplares foram entregues no mesmo período.

Mais sobre a Nissan:

Diante disso, caberá ao Kicks se armar para enfrentar a concorrência vinda de modelos como Jeep Renegade, Honda HR-V, Toyota C-HR, Hyundai Kona e Ford EcoSport. Produzido no México, o SUV chega ao EUA nas configurações S, SV e SR, sempre com o motor 1.6 16V de quatro cilindros, que gera 126 cv e 15,9 kgfm de torque. Como comparação, o modelo nacional tem 114 cv e 15,5 kgfm. O câmbio é sempre automático do tipo CVT e o consumo combinado divulgado é de 14 km/l (33 milhas por galão).

2018 Nissan Kicks

Por lá, a lista de equipamentos de série inclui 7 airbags (frontais, laterais, de cortina e de joelho para o motorista) e frenagem automática de emergência de série. A versão topo de linha SR adiciona ainda visão 360° por câmeras, sensor de ponto cego e tráfego cruzado, faróis de LED, e sistema de som Bose com alto-falantes no encosto de cabeça do motorista.

Os preços começam em US$ 17.990 para a versão S e chegam a US$ 20.290 na SR - respectivamente R$ 66.870 e R$ 75.400 numa conversão direta.

Fonte: Automotive News

Galeria: Nissan Kicks 2018 (EUA)