Marca revela que plano de eletrificação envolve vender modelos híbridos para quase toda sua linha

A Ford revelou um pouco mais sobre sua estratégia de eletrificação da marca, colocando versões híbridas ou elétricas para seus modelos mais populares. A ideia da fabricante também inclui ter uma opção híbrida para todos os seus SUVs. E isso pode afetar o EcoSport, já que o modelo é vendido também nos EUA e na Europa.

Leia também:

O plano de eletrificação será iniciado “nos próximos anos” e terá um papel importante, já que a Ford decidiu parar de vender sedãs e hatchbacks nos EUA, para focar em picapes, SUVs e crossovers. Alguns modelos já foram confirmados, como o Escape, Explorer, Mustang e F-150. Entre os inéditos estará o Mach1, SUV inspirado no Mustang que será lançado em 2020. Outro que deve receber uma versão híbrida é o novo SUV compacto da empresa, que pode ser batizado como Maverick.

 

É uma estratégia ambiciosa. A Ford promete lançar 40 veículos eletrificados até 2022 no mercado global, alguns deles com ideias que vão além da eficiência energética. Por exemplo, a marca sugeriu que o F-150 híbrido pode ter um gerador elétrico que, além de abastecer as baterias do sistema híbrido, também poderia ser usado para fornecer energia para ferramentas em um local de trabalho.

Um dos veículos previstos é o primeiro carro autônomo da Ford, em desenvolvimento e que terá uma motorização híbrida. A marca espera iniciar sua produção em 2021, de olho nas frotas de empresas ao invés do público geral.

Projeção: Motor1.com

Galeria: Ford Maverick 2020 - Projeção