O SUV perdeu o banco traseiro para se tornar praticamente um furgão

O Duster Fiskal já existe na Austria há algum tempo. Agora, ele foi apresentado usando a segunda geração do SUV como base. De olho nos pequenos negócios, o utilitário perde o banco traseiro para acomodar mais coisas em uma área de carga ampliada. Será que funcionaria bem no Brasil como um substituto do Renault Kangoo?

Leia também:

Dacia Duster Fiskal

A área de carga plana tem acabamento em borracha e 1,64 m de comprimento, além de quatro ponto para amarração para segurar os objetos em seus lugares. Há também uma divisão de metal separando a área de passageiros da área de carga, enquanto os vidros traseiros deixam de ser funcionais. Os vidros foram substituídos por pedaços de metal com acabamento interno, ao invés de simples placas de plástico. 

Dacia Duster Fiskal
 

Mesmo não mencionado pela Dacia, o volume é idêntico ao do Duster normal com o banco rebatido. Neste caso, o modelo com tração dianteira acomoda 1.636 litros, e o 4x4, 1.604 litros. 

Falando em 4x4, esta é uma das vantagens do Duster Fiskal em seu mercado. A Dacia da Austria vende o SUV-furgão como opção a todas as versões e motores do Duster pelo equivalente a R$ 7.600 a mais pela conversão. 

Fotos: divulgação

Galeria: Dacia Duster Fiskal