Versão com câmbio automático terá motor mais forte e econômico que o atual 1.5

A versão automática do JAC T40 será lançada em abril com duas atrações: o câmbio variável CVT e o novo motor 1.6 DVVT (sigla de duplo comando variável), como comprova o flagra feito por nossa equipe na zona oeste da capital paulista. Repare nos logotipos estampados na tampa traseira, em alusão ao propulsor (no lado esquerdo) e à transmissão (direito). 

Flagra JAC T40 CVT

Com preço estimado ao redor dos R$ 60 mil, o T40 CVT será a grande aposta da marca chinesa para retomar o crescimento no mercado nacional. Além de trazer ao crossover a desejada transmissão automática (até então ele só era oferecido com câmbio manual de 5 marchas), a JAC optou por um motor mais forte e econômico para acompanhar o CVT. Segundo apuramos, a ideia da JAC nem é aumentar muito a potência em relação ao atual 1.5 (127 cv), mas sim ampliar o torque de modo que o propulsor seja menos exigido e assim reduzir o consumo de combustível. 

Leia também:

Afora a cilindrada maior, o motor 1.6 terá comando duplo variável na admissão e no escape (o 1.5 varia apenas na admissão), de forma a entregar mais torque em baixas e médias rotações. Depois do T40 CVT, a tendência é que o novo propulsor chegue também aos demais modelos da JAC, mesmo com câmbio manual. 

Outros lançamentos da marca chinesa para este ano serão o compacto aventureiro T20, baseado no J2, e o T70. SUV de luxo que será o modelo top de linha da empresa no país. A picape média também está nos planos para 2018, mas seu desenvolvimento está atrasado. 

 

Fotos: Motor1.com

Galeria: Flagra JAC T40 CVT