Demanda em países como Reino Unido, Alemanha, França e Espanha tem superado expectativas

Considerado um dos hatchbacks compactos mais populares da história da Ford, o Fiesta está fazendo jus à fama de bom de loja que conquistou ao longo de décadas também nesta nova geração. Prova disso é o anúncio recente dado pela marca sobre ampliações na produção da fábrica de Colônia, na Alemanha, como forma de atender a demanda crescente em mercados da Europa. Sucesso de vendas no Reino Unido, Alemanha, França e Espanha, o modelo ganhará um novo turno operacional na planta e passará a ser produzido ao ritmo diário de 1.500 unidades (acréscimo de 100 exemplares).

Leia também:

Ford Fiesta 7 Vignale (2017)

Em novembro, por exemplo, o Fiesta alcançou o posto de veículo mais vendido do Reino Unido, com 6 mil unidades emplacadas. Feito semelhante foi registrado na Alemanha, onde liderou o segmento com 4 mil exemplares. O sucesso tem de repetido em países vizinhos e impressiona ainda mais pelo fato de apenas algumas poucas versões estarem sendo oferecidas por enquanto. Os catálogos mais baratos, responsáveis por compor uma parcela considerável das vendas, ainda não estão disponíveis.

Ford Fiesta SE Style EcoBoost 2018

No Brasil

Enquanto na Europa o Fiesta mudou de geração e perdeu o polêmico câmbio PowerShift, no Brasil a Ford decidiu rejuvenescer o modelo com um singelo facelift. Manteve o formato geral da carroceria e, na mecânica, conservou a referida transmissão automatizada, que tem arranhou a imagem da marca por conta do funcionamento problemático. Por aqui, o novo Fiesta não tem previsão de chegada, de modo que os esforços deverão ser concentrados no Ka, mais simples e barato.  

Fotos: Divulgação

Galeria: Novo Ford Fiesta 2018