Além disso, dupla receberá leves retoques visuais em 2018

A Volkswagen praticamente confirmou a estreia do câmbio automático no Gol e no Voyage ao divulgar sua lista de lançamentos até 2020 durante evento de fim de ano na Argentina. O slide que mostra "Gol AQ" e "Voyage AQ" se refere à transmissão AQ-250-6F, chamada comercialmente de Tiptronic, a mesma que equipa diversos carros da marca. A novidade é que, ao contrário do que se especulava, a dupla deverá adotar também o motor 1.6 16V EA-211 do Polo, de 117 cv, no lugar do antigo 1.6 8V EA-111 usado atualmente nas versões manuais. A informação é do jornalista Fernando Calmon, colunista do UOL.

Leia também:

De acordo com Calmon, hatch e sedã também ganharão leves retoques de estilo e serão lançados na sequência do Polo 1.6 automático - versão atualmente só produzida para exportação -, possivelmente ainda no primeiro semestre de 2018. A troca do motor 1.6 8V pelo novo 16V nas versões automáticas faz bastante sentido do ponto de vista de engenharia. Afinal, esse conjunto motor-câmbio já está desenvolvido (equipava o Golf e agora o próprio Polo), enquanto o 1.6 8V iria requerer toda uma nova calibração e fase de testes, uma vez que nunca houve essa dupla (motor EA-111 e câmbio AQ-250). Vale lembrar também que o Gol já teve o motor 1.6 16V adaptado nele, na extinta versão aventureira Rallye.

Volkswagen Gol 2018
VW Voyage 2017

As mudanças na linha Gol e Voyage visam retomar a competitividade do modelo até a chegada da nova geração (Gol A00), em 2020. Neste aspecto, a transmissão automática é um trunfo, pois garante muitas vendas aos rivais Chevrolet Onix/Prisma e Hyundai HB20/HB20S. Resta saber como a VW fará para não deixar o Gol 1.6 16V automático com preço muito próximo do Polo, uma vez que o atual Gol com motor 1.6 antigo e câmbio manual já beira os R$ 50 mil sem opcionais e uma transmissão automática não costuma sair por menos de 5 mil...

Fotos: divulgação     

 

Galeria: Volkswagen Gol 2018