Após anos de espera, cupê finalmente será vendido de forma oficial por aqui

Após anos de promessas, a Ford finalmente cumpre com a palavra e traz de forma oficial para o Brasil o esportivo Mustang. A pré-venda começa em dezembro e os valores ainda não foram revelados - pode esperar por algo perto dos R$ 300 mil, juma vez que virá na versão topo de linha GT com motor V8. Já anunciado no próprio site da marca desde o início do mês, o modelo estreia por aqui unicamente na carroceria cupê - não há planos para o conversível, por enquanto.

Ford Mustang 2019

Sob o capô, o motor 5.0 V8 desenvolve 466 cv de potência e, desde a mais recente reestilização, oferece injeção direta de combustível e taxa de compressão elevada. De acordo com dados de fábrica, a aceleração de 0 a 96 km/h é feita em apenas 4 segundos, com máxima de 250 km/h limitados eletronicamente. O câmbio é automático de 10 marchas.

Leia também:

Anunciado com base no slogan "sua garagem tem espaço para tantos cavalos?", o Mustang 2018 estreia tendo o Chevrolet Camaro como principal concorrente, já que o Challenger, representante da Dodge entre os muscles, não é oferecido por aqui. Além da mecânica poderosa e do visual atualizado (apresentação na qual Motor1.com Brasil esteve presente), a Ford apostará na fartura de equipamentos ao oferecer itens como central multimídia Sync 3 (compatível com Apple CarPlay e Android Auto), frenagem automática de emergência na cidade, piloto automático adaptativo e alerta de saída de faixa, entre outros. Na lista de opcionais, destaque para o painel de instrumentos digital com tela TFT de 12,4".

Galeria: Ford Mustang 2019 - Apresentação

Reformulado na reestilização, o motor V8 ainda mantém o nome de Coyote, mas não é quieto como o anterior. Os cilindros são maiores, totalizando exatos 5,04 litros de deslocamento (antes 4,96 l), ao passo que o sistema de injeção indireta se junta ao novo sistema direto, com um total de 16 injetores. O corte da injeção foi aumentado em 500 rpm, chegando a 7.500 rpm. O cabeçote, virabrequim e bielas são novos, assim como o cárter do óleo tem 1 kg a menos. A potência final é de 466 cv, com torque máximo de 58,1 kgfm.

Com fotos e informações de Fábio Trindade
Fotos: Motor1.com e divulgação

Galeria: Ford Mustang GT 2018

Foto de: Jake Holmes