Renovação, expansão e otimização são os três pilares estratégicos do plano "Drive for Growth"

Depois de Renault e Nissan anunciarem detalhes sobre seus planos futuros de mercado, chega a vez de a Mitsubishi (mais nova integrante do conglomerado) revelar quais são seus projetos estratégicos para os próximos três anos. Agora sob nova liderança, a marca informou em comunicado que investirá até o início da próxima década US$ 5,3 bilhões para pôr em prática o chamado projeto "Drive for Growth". Entre outras metas, o plano prevê o aumento de 30% nas vendas globais (alcançando a cifra anual de 1,3 milhão de veículos produzidos) e a chegada de nada menos que 11 novos modelos.

Leia também:

"Este é um programa ambicioso para maximizar os nossos pontos fortes nos crescentes segmentos de produtos, especialmente o de veículos com tração nas quatro rodas, e buscar o crescimento nos mercados onde a nossa marca tem um forte potencial", explicou Osamu Masuko, diretor executivo da marca. Não por acaso, grande parte dessa quantia será aplicada no desenvolvimento de novos modelos para o segmento de SUVs e picapes, onde a montadora desfruta de décadas de tradição. Outra parte será direcionada à criação de uma nova estrutura operacional e à chegada a novos (ou pouco explorados) mercados.

L200 Triton Sport

Apesar da expansão, a Mitsubishi também garante que tentará reduzir os custos em 1,3% ao ano - graças principalmente à sinergia estabelecida com a Renault e a Nissan. A próxima geração da picape L200, por exemplo, será desenvolvida em conjunto com a próxima Frontier, compartilhando plataforma, transmissões e motores. O mesmo deve acontecer com a grandalhona Pajero Full, que ganhará uma renovação completa com base na Nissan Patrol.

Fotos: Divulgação

Mitsubishi Eclipse Cross