Investimento na unidade gaúcha será para produzir a plataforma GEM e o novo crossover compacto da marca

Como ontem era feriado em Gravataí, a GM confirmou nesta quinta (3) o investimento na fábrica que tem na cidade gaúcha, previsto para ser anunciado um dia antes. O montante, de R$ 1,4 bilhão, servirá, segundo a empresa, para o "desenvolvimento de novos produtos" e introdução de "conceitos inovadores de manufatura e qualidade 4.0". Neutro, como era de esperar. Por sorte, já sabemos do que se trata: da introdução da plataforma GEM (de Global Emerging Markets, ou mercados emergentes globais) e dos substitutos de Onix, Prisma, Cobalt, Spin e também Tracker, cujo sucessor será finalmente produzido no Brasil. Não só isso: segundo a GM, Gravataí será uma "plataforma de exportação global".

Leia também:

Com o investimento, R$ 100 milhões mais baixo do que o anteriormente previsto, também deve ser desenvolvida uma nova picape compacta, substituta da Chevrolet Montana. Considerando que este mercado agora também é invadido por versões intermediárias, como Renault Duster Oroch, Fiat Toro e a futura VW "Bala de Prata", a GM deveria pensar também na possibilidade de um concorrente para estes novos modelos.

 

Chevrolet Adra

 

Segundo nossos amigos do site Autos Segredos, o crossover não será fabricado em Gravataí, mas sim na fábrica de São Caetano do Sul. Talvez ele seja produzido nas duas unidades, especialmente considerando que, do pouco que a GM revelou no anúncio, a fábrica de Gravataí também terá o papel de exportadora. Fica próxima de um porto eficiente, logisticamente mais interessante do que São Caetano do Sul. E os crossovers são os "pãezinhos quentes" do mercado automotivo atual em todo o mundo.

 

Fabrica GM Gravatai - Onix

 

No anúncio do investimento, a GM confirma outra das informações que já demos: 5 novos fornecedores serão levados a Gravataí, sendo 2 deles chineses. Isso se explica porque a plataforma GEM está sendo desenvolvida na China, em parceria com a SAIC, que também a utilizará em seus produtos. Com a chegada dos novos fornecedores, os investimentos na região podem chegar a R$ 2 bilhões, no total.

 

Chevrolet Adra

 

Nos bastidores, fala-se que o crossover teria estilo mais robusto, inspirado no do conceito Adra, mostrado no mercado indiano, mas com porte maior, com comprimento em torno de 4,20 m. Com a plataforma GEM, a GM finalmente trará ao Brasil o motor 1.0 de 3 cilindros, livrando sua engenharia de tirar leite de pedra do velho 1.0 de 4 cilindros usado em sua linha atual.

A previsão de chegada do primeiro produto GEM ao mercado é para 2020, condizente com os 3 anos regulamentares de projeto e desenvolvimento de um novo veículo. E com o fato de a reestilização do Onix ser relativamente recente.

Fotos: divulgação

Chevrolet Adra deve inspirar substituto do Tracker

Ocultar press releaseMostrar press release
Quinta-feira, 03 de agosto de 2017

 

 

GM anuncia investimento em Gravataí

Aporte de R$ 1.4 bi será aplicado no desenvolvimento de novos produtos e introduzir conceitos inovadores de manufatura e qualidade 4.0


SÃO CAETANO DO SUL -A General Motors vai investir R$ 1,4 bilhão no Complexo Industrial de Gravataí (RS). O montante é parte do plano de investimentos de R$ 13 bilhões no Brasil entre 2014 e 2019.

O aporte, de R$ 1,4 bilhão, tem como objetivo fortalecer o negócio da GM através do desenvolvimento de novas tecnologias e introdução de conceitos inovadores de manufatura para a produção de novos veículos, em adição aos já produzidos na fábrica.

Os investimentos vão fortalecer ainda mais a presença da GM no Rio Grande do Sul, já estão atraindo cinco novos fornecedores para o Estado e criarão novos postos de trabalho.

“A GM acredita no potencial de crescimento do mercado no Brasil e está realizando o maior plano de investimentos da história da indústria no país. O novo aporte às operações no Rio Grande do Sul vai permitir ampliar a linha de produtos da Chevrolet, com foco em conectividade total, segurança e eficiência energética. A fábrica de Gravataí será uma referência global em manufatura e qualidade 4.0”, disse Carlos Zarlenga, presidente da General Motors Mercosul.

O novo investimento vai preparar a GM Mercosul para se tornar uma plataforma de exportação global.

Histórico da GM de Gravataí

17/03/1997 - Anúncio do município de Gravataí como sede do Complexo da GM
20/07/2000 - Inauguração oficial do Complexo Industrial Automotivo de Gravataí
02/09/2000 - Lançamento do Chevrolet Celta
20/05/2005 - Produção do Celta de número 500.000
01/10/2006 - Lançamento do Chevrolet Prisma
20/05/2008 - Produção do carro de número 1.000.000
09/06/2010 - Início oficial das obras do Projeto Onix
27/08/2010 - Produção de 1,5 milhão de veículos
30/10/2012 - Lançamento do Chevrolet Onix
13/12/2012 - Produção do veículo de número 2.000.000
26/02/2013 - Lançamento do novo Chevrolet Prisma
16/07/2013 - Lançamento dos Chevrolet Onix e Prisma com opção de transmissão automática
25/07/2014 - Produção de 2,5 milhões de veículos
20/07/2015 - Aniversário de 15 anos do Complexo Industrial de Gravataí
27/07/2016 – GM lança Onix Activ
05/08/2016 – GM lança Onix Joy
24/08/2016 - GM atinge 3 milhões de carros produzidos em Gravataí
14/03/2017 – Onix foi o carro mais vendido da América Latina em 2016
05/05/2017 – GM lança Onix Effect
20/07/2017 - Aniversário de 17 anos do Complexo Industrial de Gravataí

 

 

###


Fundada em 1911, em Detroit, a Chevrolet é uma das maiores marcas de veículos do mundo, com negócios em mais de 100 países e vendas anuais de mais de 4.0 milhões de veículos. A Chevrolet oferece aos clientes veículos com consumo eficiente, com um desempenho envolvente, um design inovador, características de segurança passivas e ativas e tecnologia de fácil utilização. Mais informações a respeito dos modelos Chevrolet podem ser encontradas no site www.chevrolet.com


Em 2017, as operações na Argentina e Brasil foram integradas na GM Mercosul. No ano de 2016 a Chevrolet vendeu nos dois mercados 445.616 mil veículos, sendo 345.916 mil no Brasil e 99.700 mil na Argentina. A GM Mercosul tem quatro Complexos Industriais que produzem veículos, motores e componentes em São Caetano do Sul, São José dos Campos e Gravataí, no Brasil e em Rosário, na Argentina. Conta ainda com unidades em Joinville (produção de motores e cabeçotes de alumínio), Mogi das Cruzes (produção de componentes estampados) e Indaiatuba (Campo de Provas), Centros Tecnológicos em São Caetano do Sul e Rosário e Centros Logísticos em Sorocaba e General Rodriguez, em Argentina. Mais informações podem ser encontradas no site http://media.gm.com/brasil e Twitter: www.twitter.com/GMBPress