Britânica chegou ao país em 2010, sendo representada desde então pelo empresário Sergio Habib

Trazida ao Brasil em 2010 pelas mãos do empresário Sergio Habib, a britânica Aston Martin não opera mais por aqui. Confirmando o relato do portal G1, a marca nos informou hoje que fechou a única concessionária que mantinha em território nacional e oficialmente encerrou as atividades no país. A loja, inaugurada em agosto de 2010, era localizada no Jardim Europa, em São Paulo (SP).

Leia também:

O fator que motivou a decisão não foi revelado, mas certamente está relacionado ao momento de crise do país e a consequente retração do mercado de esportivos. Além disso, a operação era basicamente a da única concessionária local da marca. Em 2016, já em plena crise, somente 2 exemplares foram entregues - ambos do modelo Vantage, oferecido a partir de US$ 265 mil (cerca de R$ 818 mil). Nenhuma concessionária que venda apenas duas unidades se sustenta por muito tempo. Especialmente se ela começou carreira vendendo 36 unidades, como aconteceu em 2011, no seu primeiro ano cheio de vendas. 

Com desempenho comercial tão fraco, era insustentável manter as operações no Brasil. Ficamos na torcida para que o mesmo não aconteça com Ferrari, Lamborghini, Bentley, Maserati e Rolls-Royce - todas com registro de forte retração nos últimos anos.

Fotos: divulgação 

Aston Martin V8 Vantage Roadster