Ranking tem vários motores turbo e nenhum V8, pela primeira vez

Como acontece anualmente, a publicação norte-americana Wards anunciou a sua tradicional lista com os dez melhores motores para 2017. Desta seleção, sete propulsores possuem turbocompressor e três são conjuntos híbridos, com uma má notícia para os fãs de grandes motores: não há nenhum V8 na lista. Pela primeira vez em 23 anos de história do prêmio.

Por outro lado, nota-se a presença cada vez maior do downsizing, com propulsores menores equipados com turbocompressores e também de conjuntos híbridos. 

"As fabricantes vêem downsizing, turbo e eletrificação como principais estratégias para a entregar motorizações econômicas e que também sejam eficientes, e a lista deste ano afirma claramente que esta é a estratégia", disse Drew Winter, diretor de conteúdo sênior da WardsAuto

 

BWM M2 coupe motor

 

Veja abaixo a lista dos vencedores:

  • 3 litros turbinado DOHC I6 (BMW M240i)
  • 1,5 litro DOHC I4 EREV (Chevrolet Volt)
  • 3,6 litros DOHC V6 PHEV (Chrysler Pacifica híbrido)
  • 2,3 litros turbinado DOHC I4 (Ford Focus RS)
  • 2 litros DOHC I4 HEV (Honda Accord Hybrid)
  • 1,4 litro turbinado DOHC I4 (Hyundai Elantra Eco)
  • 3 litros turbinado DOHC V-6 (Infiniti Q50)
  • 2,5 litros turbinado DOHC I4 (Mazda CX-9)
  • 2 litros turbinado DOHC I4 (Mercedes-Benz C300)
  • 2 litros turbinado e com compressor mecânico DOHC I4 (Volvo V60 Polestar)

Para chega a esta lista, os editores da publicação avaliaram 40 veículos durante um período de seis meses e escolheram os melhores entre os carros que não tinham preço superior a US$ 62 mil. Cada motor é avaliado com base em potência, torque, especificações, ruído e consumo.

Fonte: Wards Auto