Com cara nova, CVT e ESP, Lifan X60 chega ao Brasil até novembro

Não é por acaso que ele é o carro chinês mais vendido do Brasil. Sem fazer estardalhaço, a Lifan retomou suas operações no país, otimizou a reposição de peças e iniciou a montagem dos seus veículos no Uruguai. O fruto deste trabalho está na boa aceitação do SUV X60, que agora ganha mudanças significativas no estilo, interior e mais um trunfo: o câmbio automático CVT.
Com cara nova, CVT e ESP, Lifan X60 chega ao Brasil até novembro
CARPLACE atravessou o mundo para conhecer na China a versão renovada do SUV, que chegará ao Brasil como linha 2017 no segundo semestre. Para começar, o modelo traz mudanças estéticas com a nova identidade da marca. A grade dianteira é nova e tem uma barra horizontal destacada, com a inscrição Lifan em letras garrafais, além do novo para-choque de linhas mais atuais. Há luzes diurnas em LED, enquanto os faróis auxiliares de neblina sobem para a área intermediária e os novos faróis preservam o formato, mas com elementos internos renovados.
Com cara nova, CVT e ESP, Lifan X60 chega ao Brasil até novembro
Na traseira, as lanternas mudam levemente e o para-choque recebe um novo acabamento na parte inferior, com duas saídas de escape (uma decorativa) e um aplique na parte central. Os retrovisores externos são novos, mais tradicionais e com luzes de seta integradas, assim como as rodas de liga leve, que recebem novo desenho com face diamantada e interior pintado de preto.
Com cara nova, CVT e ESP, Lifan X60 chega ao Brasil até novembro
Por dentro, a evolução é grande. O painel ganha novo desenho que não remete mais a outro modelo. A unidade que analisamos estava equipada com bancos revestidos de couro, assim como a parte superior do painel que também recebia o acabamento com costuras aparentes.
Com cara nova, CVT e ESP, Lifan X60 chega ao Brasil até novembro
Na região central, há novos botões de comandos do ar-condicionado (o indicativo de temperatura e velocidade passa a ser exibido na tela central) e novas saídas de ar retangulares com acabamento cromado. Na parte inferior estão os botões de aquecimento dos bancos dianteiros, acendedor de cigarro, tomada 12V, entrada USB/AUX e botão de desativação do ESP. Segundo Luiz Zanini, diretor da Lifan Motors do Brasil, o modelo que chegará ao nosso mercado será equipado com controle de estabilidade, mas o aquecimento dos bancos não está nos planos.
Com cara nova, CVT e ESP, Lifan X60 chega ao Brasil até novembro
Na parte mecânica, a novidade fica por conta do câmbio automático CVT que possui seis marchas simuladas e opção Sport associado ao motor 1.8 16V VVT a gasolina 128 cv de potência (a 6.000 rpm) e 16,8 kgfm de torque. Em uma pista de teste dentro da fábrica da Lifan em Chongqing, China, dirigimos a nova configuração por alguns quilômetros. Embora o test-drive tenha sido limitado, foi possível notar o bom casamento entre motor e câmbio, com respostas satisfatórias ao pedal do acelerador. A troca de marchas simuladas também agrada, com reduções e retomadas dentro do esperado. Outra percepção no trecho, que tinha diferentes pisos, foi o aprimoramento construtivo, mais sólido e com encaixes da cabine mais firmes. O novo Lifan X60 fará sua estreia mundial na próxima semana no Salão do Automóvel de Pequim, com cobertura completa do CARPLACE in loco. Ainda sem data definida, a expectativa da Lifan é agilizar a chegada do modelo para o Salão do Automóvel, em novembro, com vendas em seguida.
Com cara nova, CVT e ESP, Lifan X60 chega ao Brasil até novembro
Com a nova opção do câmbio automático, a marca espera praticamente dobrar o volume de vendas, sendo cerca de 60% do mix representados pela versão CVT. Vendido atualmente em duas versões de acabamento com preços entre R$ 61.990 e R$ 65.990, a expectativa é de que o X60 automático custe em torno de R$ 70.000. CARPLACE conversou com executivos chineses da Lifan e trará mais detalhes sobre futuros lançamentos em breve. Por Fábio Trindade, de Chongqing (China) Viagem a convite da Lifan Motors do Brasil

Com cara nova, CVT e ESP, Lifan X60 chega ao Brasil até novembro

Foto de: Fábio Trindade