FPT E.TorQ - Fiat Powertrain divulga logo dos futuros motores 1.6 e 1.8 flex

A Fiat Powertrain, ou FPT, acaba de divulgar o nome dos novos motores Fiat produzidos pela antiga Tritec, em Campo Largo, no Paraná. Eles serão chamados de E.TorQ e devem equipar todos os modelos atuais da marca italiana com motores acima de 1.4 litro, em substituição aos 1.8 litro fornecidos pela GM. Ainda que tenha mostrado o logotipo dos novos motores, a FPT não se estendeu em informações técnicas, mas já circulam há tempos na internet as cilindradas dos futuros propulsores. Eles serão um 1.6 litro 16V, que entregará 115 cv com gasolina e 117 cv com etanol, e um 1.8 litro 16V, que entregará 130 cv com gasolina e 132 cv com etanol. Estima-se que a potência de ambos deva ficar acima dos 120 cv e dos 140 cv, respectivamente. Os motores menores, o 1.0 litro e o 1.4 litro, continuam sendo da linha Fire, mas terão novidades. O propulsor 1.0, que chegará junto com o Novo Uno, renderá 70 cv com gasolina e 71 cv com etanol (o atual entrega 65/66 cv, respectivamente). Já o motor 1.4, apesar de receber novos coletores de admissão, chicote de injeção e centralina, continuará entregando potências de 85/86 cv. A linha Novo Uno não deve receber nenhum motor E.TorQ, o qual ficará restrito apenas à linha Palio, Punto, Linea, Doblò e Idea. O Bravo, que já deveria ter chegado ao mercado, também deve usar os novos motores, com versões bicombustíveis para o mercado brasileiro, e a gasolina, para exportação. Fonte: AgênciaMotor