Já dirigimos: Novo Volvo S60 mostra que SUVs não bastam

A Volvo está feliz. Com uma linha renovada, principalmente entre os SUVs, a participação da marca no segmento premium do Brasil cresce a ponto de 2018 ser o melhor ano da marca sueca por aqui, batendo com folga 2011 e suas 4.970 unidades emplacadas. Até setembro, foram 4.529 novos Volvo nas ruas brasileiras, com destaque para o XC40 e o XC60. 

Volvo S60 Polestar
Volvo S60 Polestar

Mas, diferentemente de outras fabricantes, a Volvo não quer ter apenas SUVs em sua linha. E deseja aproveitar o bom momento para investir em outras frentes. Por isso, fomos até Los Angeles, na Califórnia, para conhecer a nova geração do sedã S60, que chegará ao Brasil no começo do segundo semestre de 2019 para brigar principalmente com BMW Série 3 (que terá nova geração na mesma época), Mercedes-Benz Classe C e Audi A4. 

O S60 é o primeiro modelo a nascer na nova fábrica da Volvo em Charleston, Carolina do Sul. Com capacidade para fabricar 150 mil carros por ano, ela abastecerá todos os mercados onde o sedã será ofertado, inclusive o Brasil. A escolha da marca pelos EUA é óbvia, uma vez que o mercado norte-americano ainda é um dos maiores compradores de sedã mundo afora. 

O que é?

Basta conversar com qualquer engenheiro da Volvo para ver que estão empolgados. Desde a compra pela chinesa Geely, eles têm liberdade (e dinheiro) para desenvolver carros melhores e mais modernos. Um dos frutos mais conhecidos desta fase é a plataforma SPA (Scalable Product Platform), que já conhecemos dos XC90 e XC60. O S60 (assim como a perua V60, que já...