Evoluído e sofisticado como nenhum outro SUV da marca, ele quer ser o "Santa Fe" chinês

A persistência dos chineses (e de seus representantes no Brasil) começa a render frutos. Embora ainda estejam longe de figurarem entre os mais vendidos, a evolução das fabricantes é óbvia, como mostramos recentemente no teste do Caoa Chery Tiggo 7. Isso também fica claro com a JAC Motors, uma das marcas que mais se esforça para sobreviver em nosso mercado. Cada vez que ela lança um carro, o modelo chega bem melhor que o anterior. Agora é a vez do JAC T80, o maior e mais sofisticado SUV já feito pela empresa. 

O JAC T80 chega para coroar a linha de SUVs da marca. O portfólio será formado pelo T40, um crossover que está mais para um hatch aventureiro; o T50, este sim um utilitário compacto que briga com Jeep Renegade, Honda HR-V e os demais; o futuro T60, que será lançado apenas em 2020 para disputar o espaço ocupado pelo Jeep Compass; e, por fim, o T80, a opção de 7 lugares. Havia planos para mais um, o T20, que nada mais era do que uma variante aventureira do finado J2, mas ele foi descartado porque não conseguiria chegar barato o suficiente para brigar com Renault Kwid e Fiat Mobi. 

JAC T80

Vamos ser bem diretos com o T80. Sim, é um JAC de R$ 139.990, ou R$ 145.990 se você pagar pelo sistema de som HiFi de 280 watts e o teto-solar panorâmico. Tem gente que vai olhar para o preço e falar: "Nunca pagaria isso num carro chinês". OK, mas não descarte esse SUV antes de, pelo menos, conhecê-lo. Ele tem porte grande, espaço para sete ocupantes, acabamento bem feito e motor 2.0 turbo com câmbio de dupla embreagem. Um modelo semelhante de marca mais tradicional, como o VW Tiguan R-Line, sai por R$ 184.990. Ou seja, o T80 acaba fazendo hoje o papel que já foi dos coreanos lá atrás, principalmente dos Hyundai Santa Fe e Veracruz. 

Outro atributo que atrai neste JAC é a ampla lista de equipamentos. Ela contempla bancos de couro, ar-condicionado digital de duas zonas, ajuste elétrico para os bancos dianteiros, seis airbags, painel digital de com tela 12,3", central multimídia com tela de 10", sistema de auxílio de estacionamento com câmera 360 graus e mais.

Com 4,79 metros de comprimento, 1,90 m de largura, 1,76 m de altura e 2,75 m de entre-eixos, o T80 pesa 1.775 kg. Tem porta-malas de 620 litros (com a terceira fileira de assentos rebatida no assoalho), passando para 1.550 litros com os bancos traseiros levantados. Com estas medidas, o T80 é maior do que alguns concorrentes de preço, como Jeep Compass (4,41 m de comprimento) e Hyundai Tucson (4,47 m). A missão dele é ser o SUV grande de 7 lugares mais barato do país.

JAC T80
JAC T80
JAC T80

Por fora, o T80 definitivamente não parece chinês. Com uma mistura de linhas inspiradas em carros japoneses e coreanos (dianteira) e alemães (traseira), o SUV oriental não passa despercebido nas ruas. Apesar da falta de personalidade, não há nenhum detalhe brega ou exagerado, como costuma acontecer em modelos vindos da China. O interior segue esse estilo de trazer ideias de outras marcas, notadamente Audi e Mercedes-Benz, como vemos nos botões, saídas de ar e desenho do painel, sem falar no relógio analógico de fundo branco bem no meio do painel. A maioria das peças do painel e laterais de porta é feita de espuma injetada, macias ao toque, e a montagem agrada pela precisão dos gaps e encaixes. Pena a JAC ter apostado num plástico (mal) imitando fibra de carbono no painel e console central, um acabamento que não tem nada a ver com a proposta do veículo. 

Os bancos são grandes e bem confortáveis, além de contarem com aquecimento e refrigeração, algo útil considerando a variação de temperatura das regiões brasileiras. A central multimídia é disparada a melhor da JAC no Brasil. Mas fomos conectar o celular pelo espelhamento e...não funcionou. Tentamos outras vezes e nada. Está na hora da fabricante pagar pela licença para usar o Android Auto e o Apple CarPlay ao invés destas alternativas chinesas que não funcionam direito. Ao menos o sistema de som tem qualidade ao tocar uma música pelo Bluetooth.

JAC T80

O conjunto mecânico do T80 pode empolgar pela descrição, afinal, no papel temos algo semelhante ao powertrain do Tiguan R-Line. Mas não espere desempenho esportivo, pois a pegada do SUV chinês é familiar. Na verdade, o que o motor 2.0 turbo de 210 cv e 30,6 kgfm faz é você não ter de se preocupar com falta de fôlego numa ultrapassagem ou numa saída de semáforo mais decidida. Há boa força em baixas rotações, de modo que o T80 nunca parece pesado ou lento. Dito isso, os números do nosso teste ficaram dentro do esperado pelo que sentimos no dia a dia: aceleração de 0 a 100 km/h em 11,1 segundos e retomada de 80 a 120 km/h em 7,4 segundos. 

Apesar de roubar menos força do motor, o câmbio de dupla embreagem a seco da própria JAC revelou funcionamento irregular em baixas velocidades. Ele fica indeciso entre a primeira e a segunda marcha e acaba dando um tranco ao voltar para a primeira, pedindo atenção nas manobras de estacionamento. Ao menos no restante do uso a caixa mostrou passagens suaves e sem muita perda de tempo entre as trocas, mesmo no modo econômico. 

O acerto da suspensão e direção surpreendeu. O T80 não é um "joão bobo" como a maioria dos carros chineses, que são macios em excesso. Ele roda com suavidade, mas sem flutuar na estrada e em curvas acentuadas. Já a direção pode ter seu peso ajustado por um botão no painel, um recurso interessante para ter o SUV mais à mão em velocidades de viagem (modo esportivo) ou levinho na cidade (modo confortável). 

JAC T80
JAC T80

A ergonomia é boa e a posição de dirigir é elevada e permite ótima visibilidade (só faltou o volante ter ajuste de profundidade), sem parecer que estamos num caminhão. O espaço na segunda fileira (que corre sobre trilhos) é bastante amplo para três ocupantes, enquanto o uso da terceira fila é mais indicado para crianças (adultos apenas em caronas rápidas, pois o vão para as pernas é pequeno e o assoalho fica muito alto).

Já o painel de instrumentos digital funciona muito bem e tem boa visualização, mas, para mudar seu layout, é preciso parar o veículo e colocar o câmbio em Parking. A câmera 360 graus ajuda nas manobras, no entanto, a JAC poderia ter aproveitado as câmeras embaixo dos espelhos laterais para usá-las como detector de ponto cego em movimento. 

JAC T80

Apesar de "caro para um chinês", o T80 ainda tem no preço seu principal argumento de vendas. Por R$ 139.990, ele custa menos do que os SUVs médios de 5 lugares, só que é maior e mais equipado. Mesmo com os opcionais, ele passa a custar R$ 145.990, quase o mesmo cobrado pelo Kia Sportage (R$ 145.490) e pouco abaixo do Jeep Compass Limited (R$ 146.990).

A dificuldade da JAC será convencer o consumidor a abrir mão de uma marca com imagem mais consolidada, como Kia e Hyundai, ou mesmo deixar de lado o Jeep Compass (o SUV mais vendido do país) para escolher o T80. Apesar disso, a empresa espera vender 600 unidades por ano, um número que consideramos otimista - desta vez menos pela qualidade do carro e mais pelo momento difícil da empresa no país.

Colaborou: Daniel Messeder

Fotos: divulgação

Ficha Técnica - JAC T80 2019

MOTOR dianteiro, transversal, 4 cilindros em linha, 16 válvulas, 1.997 cm³, turbo
POTÊNCIA/TORQUE

210 cv a 5.000 rpm / 30,6 kgfm entre 1.800 rpm e 4.000 rpm

TRANSMISSÃO câmbio automatizado de dupla embreagem a seco, 6 marchas, tração dianteira
SUSPENSÃO independente McPherson na dianteira e multilink na traseira
RODAS E PNEUS liga leve de 18" com pneus 235/60 R18
FREIOS discos ventilados na frente, discos sólidos na traseira com ABS e ESP
PESO 1.775 kg em ordem de marcha
DIMENSÕES comprimento 4.790 mm, largura 1.900 mm, altura 1.760 mm, entre-eixos 2.750 mm
CAPACIDADES tanque 64 litros; porta-malas 500 litros (5 lugares)/150 litros (7 lugares)
PREÇO 

R$ 139.990 a R$ 145.490

MEDIÇÕES MOTOR1 BR (combustível gasolina)
    JAC T80
  Aceleração  
  0 a 60 km/h 5,4 s
  0 a 80 km/h 7,8 s
  0 a 100 km/h 11,1 s
  Retomada  
  40 a 100 km/h em S 8,0 s
  80 a 120 km/h em S 7,4 s
  Frenagem (pista molhada)  
  100 km/h a 0 54,2 m
  80 km/h a 0 34,4 m
  60 km/h a 0 19,4 m
  Consumo  
  Ciclo cidade 7,1 km/l
  Ciclo estrada 10,0 km/l

 

Galeria: JAC T80 2019 - Brasil