Picape renovada tem preço a partir de R$ 193.990

Os lançamentos mais recentes de picapes médias chamaram a atenção (negativamente) pelo quesito preço, com valores que, em alguns casos, superam os R$ 250 mil. E com a nova Mitsubishi L200 Triton Sport 2021 não foi diferente. A versão topo de linha HPE-S, que a marca escolheu para o test-drive de imprensa, chegou custando nada menos que R$ 237.990.

É nela que estão as principais atrações tecnológicas da picape, como os faróis full-LED com facho alto automático, sistema de alerta de colisão com frenagem automática, monitor de pontos cegos e alerta de tráfego cruzado, entre outros itens de segurança. A boa notícia é que a versão de entrada GLS mantém, digamos, o que mais interessa: o conjunto mecânico das variantes mais caras, incluindo o novo câmbio automático de 6 marchas, e está longe de ser "pelada". O melhor é que o preço fica abaixo dos R$ 200.000, sendo tabelada a R$ 193.990. 

Foi esta versão GLS que fomos conhecer numa concessionária da capital paulista. Visualmente, a L200 Triton Sport de entrada se diferencia pelos faróis mais simples, com lâmpadas halógenas, e pelo desenho das rodas, que mantêm o aro 18" (pneus 265/60 R18), mas perdem o acabamento diamantado e a pintura escura. Já os retrovisores e maçanetas são pintados na cor da carroceria, em vez de serem cromados como na HPE-S. 

Mitsubishi L200 Triton Sport GLS 2021
Mitsubishi L200 Triton Sport GLS 2021

Já por dentro, a GLS vem com bancos de tecido (embora a unidade exposta na loja estivesse com couro como acessório) e ajustes manuais para o banco do motorista (elétrico na HPE-S), além do ar-condicionado digital com apenas uma temperatura (dual-zone nas HPE e HPE-S), mas mantém o display colorido para o computador de bordo e a multimídia de 7" da JBL com conexões Apple CarPlay e Android Auto.

Ausência sentida é da câmera de ré, disponível somente a partir da versão HPE, que ajuda sobremaneira a manobrar a picape de 5,30 metros de comprimento. Também não há botão de partida e o volante perde alguns botões de comando, além das aletas para trocas manuais de marcha. Airbags? Apenas os frontais, contra 6 da variante mais cara.

A transmissão, porém, é a mesma (nova) caixa de 6 marchas que substituiu a anterior de 5 velocidades, com opções de tração 4x2 (traseira), 4x4 High, 4x4 Low (reduzida). O motor é conhecido 2.4 turbodiesel de 4 cilindros, que entrega 190 cv de potência e 43,9 kgfm de torque a 2.500 rpm. A versão GLS pesa 1.905 kg e tem capacidade para 1.055 kg de carga. 

Para quem quiser uma L200, mas não fizer questão do modelo mais recente, a Mitsubishi manteve a picape anterior em linha, agora batizada de L200 Triton Outdoor. Dispõe de quatro versões, incluindo a de entrada GLX com câmbio manual de 6 marchas, com preços a partir de R$ 158.990.

Principais rivais da L200 são a Chevrolet S10 e a Toyota Hilux, que acabou de ser renovada e, adivinhem, já superou os R$ 240 mil na versão SRX topo de linha (R$ 241.990).

Fotos: autor/Motor1.com  

Galeria: Mitsubishi L200 Triton Sport GLS (concessionária)

Envie seu flagra! flagra@motor1.com