Baseado em modelo da Daihatsu, Raize tem menos de 4 metros de comprimento

A Toyota não comenta muito sobre seu futuro SUV compacto que será produzido em Sorocaba (SP) a partir de 2021. Embora tenha mostrado o Toyota Raize no Japão, o crossover seria pequeno demais para o nosso mercado, motivo pelo qual a fabricante desconversa sobre suas chances de vir para cá. No entanto, a marca japonesa começou a registrar o modelo no Brasil...

Galeria: Toyota Raize - INPI

A estratégia adotada é a mesma que vimos em lançamentos anteriores, ou seja, para não revelar a sua intenção de uma vez, faz os registros de peças e outros componentes separados e em lotes junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI).

Neste momento, as imagens do registro mostram apenas o para-choque dianteiro e os faróis do novo Toyota Raize. O que chama a atenção é o fato de o pedido ter sido feito em nome da Daihatsu. Vale lembrar no entanto que se trata do irmão Rocky, que será vendido ao lado do Raize no Japão. Embora tenha tentado disfarçar, as peças não são da versão da Daihatsu, mas sim da Toyota, fato evidenciado pela grade, pela área dos faróis de neblina e por ter o logo separado da entrada de ar.

O Raize foi revelado em novembro de 2019, como o primeiro modelo a usar a plataforma DNGA, uma derivação da TNGA do Corolla que foi desenvolvida pela Daihatsu para ser usada em carros mais baratos. Mede 3,99 metros de comprimento, 1,69 m de largura, 1,62 m de altura e 2,52 m de entre-eixos, enquanto o peso total é de apenas 970 kg. Apesar das medidas compactas, tem porta-malas de 369 litros.

A ideia por trás do Raize é oferecer um modelo compacto para alguns mercados, sendo uma opção bem mais em conta ao Toyota C-HR. No momento, a Toyota não o trata como modelo global, falando somente de suas vendas no Japão. Também só confirma uma motorização, formada pelo 1.0 turbo de três cilindros, entregando 98 cv e 14,3 kgfm, sempre com câmbio CVT e oferecendo uma variante com tração integral.

Galeria: Toyota Raize 2020

Isto significa que o Raize virá ao Brasil? Não necessariamente, pois há chances ser apenas um registro para proteção do desenho e, como mede apenas 4 metros de comprimento, seria pequeno demais para o nosso mercado. Porém, Motor1.com apurou que o crossover pode inspirar o design do futuro SUV compacto brasileiro, por ter linhas que lembram o RAV4. A fabricante trabalha em um modelo com entre-eixos mais próximo do Corolla e que seja capaz de usar a motorização 1.8 híbrida flex do sedã.