Versão esportiva do crossover compacto tem motor 2.0 turbo de 387 cv, chegando a 421 cv na versão 45 S

O Mercedes-AMG GLA 45 2021 traz o renovado motor 2.0 turbo de quatro cilindros para o crossover compacto, seguindo a linha do que vimos nos A45 e CLA 45. Neste caso, ele entrega 387 cv de potência e 48,9 kgfm de torque, enquanto a variante GLA 45 S chega a 421 cv. A transmissão é automatizada de dupla embreagem e 8 marchas, com tração integral. As vendas na Europa começarão no 2º trimestre, mas ainda não há data para desembarcar no Brasil.

Credencial de esportivo ele tem. A Mercedes diz que o GLA 45 S alcança os 100 km/h em 4,3 segundos, com velocidade máxima limitada a 249 km/h. Para aproveitar melhor essa performance, a fabricante equipou o carro como o modo Race-Start, um controle de largada que faz uma interrupção parcial da ignição ao subir a marcha, e imita a manobra de punta-tacco nas reduções.

Galeria: Mercedes-AMG GLA 45 2020

O GLA 45 adota ainda uma revisão na geometria da suspensão, que supostamente diminui a puxada do volante nas acelerações, e ganhou braços sobrepostos de alumínio. Os amortecedores adaptativos deixam o motorista escolher três condições de rigidez de acordo com seu gosto. Para ajudar na dirigibilidade, a empresa ainda colocou uma placa de alumínio embaixo do motor para enrijecer a estrutura na parte dianteira do crossover.

Na hora de frear, o GLA 45 usa discos de 13,8" com pinças de quatro pistões na frente, enquanto a traseira tem discos de 13" e pinças de pistão único. O pacote opcional AMG Dynamic Plus troca os freios dianteiros por discos de 14,2" e pinças de seis pistões.

Visualmente, a fabricante alemã equipou o GLA 45 com aletas verticais na grade e faróis de LED. Há alguns vincos bem sutis sobre as caixas de roda, dando uma aparência mais robusta. De série, é equipado com rodas de 19", mas pode trocar por um conjunto de 21" como opcional. A traseira recebe um spoiler bem largo sobre o vidro e um para-choque redesenhado que inclui duas saídas de escape de 3,2".

Já no interior, a Mercedes instalou bancos dianteiros com apoios laterais que ajudam a manter os ocupantes no lugar durante uma tocada mais esportiva. Ainda é possível colocar assentos ainda mais robustos da AMG Performance, oferecidos como opcional. O console central recebe acabamento em black piano e couro nappa.

Fonte: Mercedes-Benz