Vendas na Europa começam no final de 2019, ainda sem data para chegar ao Brasil

Desde que foi apresentado em 2012, o Renault Zoe tem sido um dos pilares da eletrificação da fabricante francesa. A nova geração do hatch EV é revelada com a missão de ajudar a empresa a alcançar sua meta de eletrificar 50% de sua linha até 2022. Nesta nova versão, o compacto está mais potente, com uma autonomia maior e mais equipamentos. Começará a ser vendido no final do ano na Europa, ainda sem data para chegar ao Brasil.

O Renault Zoe 2020 fará sua estreia com uma edição especial limitada a 500 unidades. Todas as versões utiliza um motor de 136 cv e uma nova bateria de 52 kWh, o que lhe entrega uma autonomia de 390 quilômetros, de acordo com o ciclo de testes europeu WLTP. Os preços não foram divulgados, lembrando que, no Brasil, ele é vendido por R$ 149.990.

Pequenas mudanças de estilo

As formas e dimensões da carroceria do Zoe quase não mudaram. Esteticamente, as únicas alterações estão na grade frontal e no para-choque. Também dá mais destaque para o logo da Renault, enquanto os novos faróis recebem luzes em LED que o aproximam um pouco dos últimos lançamentos da fabricante. Por fim, ainda tem três novas opções de cor: azul Celadon, vermelho Passion e branco Quartz.

Renault ZOE 2020 (fotos de estudio)

Por dentro, passa a contar com um painel de instrumentos digital de 10 polegadas. É acompanhada por um segundo display, de 9,3" e posicionado na vertical, usado para a central multimídia EasyLink, compatível com Android Auto e Apple CarPlay. O seletor de câmbio também foi redesenhado, com uma nova alavanca.

Outra novidade é a possibilidade de equipar o carro com tapeçaria feita com material 100% reciclado. A lista de equipamentos cresceu, com a adição de freios a disco na traseira e assistentes eletrônicos de condução, como o sistema ativo de alerta de saída de faixa e controle de cruzeiro.

Renault ZOE 2020 (fotos de estudio)

Nesta terceira geração, o carro elétrico francês adota a um conjunto de baterias de íon-lítio de 52 kWh, que entrega 25% mais autonomia em comparação às baterias de 41 kWh usadas anteriormente. Os testes realizados na Europa dizem que o Zoe tem 390 km de autonomia. E também está mais potente, gerando 136 cv e 24,9 kgfm de torque - o modelo vendido no Brasil tem 92 cv. Por fim, a Renault também oferece um novo wallbox para os donos do Zoe, com um ponto de recarga rápida de 50 kWh.

Galeria: Renault Zoe 2020 - Fotos de estúdio