Comunicado interno de Carlos Zarlenga, presidente da GM América do Sul, surpreendeu os funcionários nesta sexta-feira (18)

A General Motors, líder do mercado automotivo no Brasil, ameaça reduzir o quadro de funcionários e, se não houver resultados a curto prazo, até mesmo deixar a América do Sul. Comunicado escrito por Carlos Zarlenga, presidente da GM Mercosul, foi distribuído por e-mail e fixado no quadro de avisos das cinco fábricas da marca no país na última sexta-feira (18), de modo a preparar os funcionários para "um momento crítico que exige sacrifícios de todos”. Apesar da liderança, a marca estaria perdendo dinheiro: “O prejuízo agregado significativo no período de 2016 a 2018 NÃO PODE SER REPETIR” (o texto utiliza essa ênfase em letras maiúsculas).

Diversas agências de notícias tiveram acesso a este comunicado interno da General Motors. O portal Terra foi o primeiro a revelar seu conteúdo, depois publicado também pela Reuters, AutoData e pela jornalista Cleide Silva, do Estadão. A base do comunicado foi uma declaração feita por Mary Barra, presidente global da General Motors, durante a divulgação do balanço financeiro de 2018. A executiva foi categórica, dizendo que “não vamos continuar investindo para perder dinheiro”.

Novo Chevrolet Prisma 2020
Chevrolet Tracker 2020 - Imagens vazadas

Comunicado surge às vésperas do lançamento de uma linha de carros que inclui os novos Prisma e Tracker

Barra vem trabalhando para enxugar toda a estrutura da General Motors e garantir lucro nos próximos anos. A executiva está enfrentando a ira do presidente norte-americano Donald Trump e de milhares de funcionários da GM após anunciar que irá encerrar a operação de cinco fábricas nos EUA e Canadá, tirando de linha modelos como o Cruze. Na ocasião, a executiva ainda admitiu que fará o mesmo com mais duas fábricas em outros países.

O comunicado de Zarlenga foi recebido com surpresa. Isso porque a GM anunciou há pouco mais de uma semana o lançamento de uma nova linha global de veículos, voltada diretamente para China e América do Sul. Conhecido como Projeto GEM, dará origem aos novos Onix, Prisma, Tracker, Spin e uma picape inédita abaixo da S10.

Fotos: divulgação e reprodução
Fontes: Reuters,Terra e Estadão