BMW Série 5 vence disputa apertada entre os mais sofisticados

Num ano em que o mercado como um todo cresceu, as vendas de sedãs de luxo perderam espaço. As 14.700 unidades de 2018 representaram uma retração de 2,2% em relação ao ano anterior. A queda só não foi maior por conta do resultado de dois modelos da Mercedes em especial.

Entre os modelos médios, o Classe C (5.041) cresceu pouco mais de 3% sobre 2017 e chegou ao quarto ano consecutivo como o preferido dos consumidores, ampliando para quase 37% sua participação de mercado. Já o CLA, que havia emplacado menos de 600 unidades no ano anterior, saltou para 1.399 unidades graças ao lançamento da versão de entrada 180.

BMW Serie 3 2018

Novamente vice-líder, o BMW Série 3 (3.268) fechou o último ano completo da atual geração em baixa (-3,8%). Fechando o pódio, o Audi A3 Sedan foi ainda pior, perdendo quase 30% dos emplacamentos nos últimos 12 meses. Sem conseguir acompanhar o ritmo dos principais rivais, o Audi A4 (1.041) também recuou.

Único representante da marca das argolas a ter um ano positivo, o A5 (500) repetiu a sexta posição do ranking anterior, mas desta vez com maior folga sobre o Jaguar XE (243), que perdeu 1/3 de seus compradores. Situação melhor, no entanto, do que a do BMW Série 4 (135), em queda de quase 48%.

Audi A5 Sportback 2018 - Brasil

Com apenas 68 emplacamentos, baixa de quase 55%, o Volvo S60 só não o lanterna porque a posição foi ocupada pelo estreante Kia Stinger (16). Vale ressaltar, no entanto, que este foi o último ano da atual geração do sedã de entrada da marca sueca.

Sedãs Médios Premium

 

POS.

MODELO

TOTAL 2018

% 2018

TOTAL 2017

% 2017

% VARIAÇÃO 18/17

POS. 2017

MERCEDES-BENZ CLASSE C

5041

36,79%

4883

34,89%

3,24%

BMW SÉRIE 3

3268

23,85%

3396

24,27%

-3,77%

AUDI A3 SEDAN

1991

14,53%

2819

20,14%

-29,37%

MERCEDES-BENZ CLA

1399

10,21%

598

4,27%

133,95%

AUDI A4

1041

7,60%

1072

7,66%

-2,89%

AUDI A5

500

3,65%

456

3,26%

9,65%

JAGUAR XE

243

1,77%

364

2,60%

-33,24%

BMW SÉRIE 4

135

0,99%

257

1,84%

-47,47%

VOLVO S60

68

0,50%

150

1,07%

-54,67%

10º

KIA STINGER

16

0,12%

0

0,00%

-

-

 

 

13702

100,00%

13995

100,00%

-2,09%

 

Entre os modelos mais sofisticados, tivemos um bicampeão. Embora registrando queda de quase 17%, o BMW Série 5 derrotou o arquirrival Mercedes Classe E. A diferença, que havia sido de 37 unidades na lista do ano anterior, caiu para 19 unidades (306 x 287).

BMW Série 540i M Sport 2018

Perto de triplicar os números de 2017, o Porsche Panamera (191) assegurou o seu primeiro pódio vendendo quase cinco vezes mais do que o Audi A6 (41), terceiro nos últimos dois anos e no aguardo da chegada da nova geração ao país. Top de linha da Mercedes, o Classe S mais do que dobrou os emplacamentos e saltou da oitava para a quinta posição.

Logo atrás do Lexus ES350 (32), único oriental do ranking, o estreante Volvo S90 foi o preferido por 24 clientes. Quarto colocado em 2016, o Jaguar XF teve um ano muito ruim. Com apenas 16 emplacamentos, o Jaguar vendeu menos do que o top de linha XJ (18) e caiu da quinta para a 10ª posição.

Porsche Panamera 4 e-Hybrid

Entre os dois, o BMW Série 7 perdeu quase metade de seus compradores – em 2017, o sedã mais caro da marca alemã havia vendido praticamente o dobro do Classe S. Na disputa entre os chamados “sedãs-cupês”, o novo Audi A7 (13) levou a melhor sobre um Mercedes CLS (6) em fim de carreira com a atual geração – a nova foi lançada no fim do ano passado.

Os italianos da Maserati viram sair das concessionárias da marca cinco unidades do Ghibli e quatro unidades do top Quattroporte. Presente no top 10 anterior, o Audi A8 (2) só não foi o lanterna porque a Rolls-Royce conseguiu vender uma unidade do Ghost.

Sedãs Grandes Premium

 

POS.

MODELO

TOTAL 2018

% 2018

TOTAL 2017

% 2017

% VARIAÇÃO 18/17

POS. 2017

BMW SÉRIE 5

306

30,66%

367

35,67%

-16,62%

MERCEDES-BENZ CLASSE E

287

28,76%

330

32,07%

-13,03%

PORSCHE PANAMERA

191

19,14%

72

7,00%

165,28%

AUDI A6

41

4,11%

84

8,16%

-51,19%

MERCEDES-BENZ CLASSE S

35

3,51%

17

1,65%

105,88%

LEXUS ES350

32

3,21%

11

1,07%

190,91%

11º

VOLVO S90

24

2,40%

0

0,00%

-

-

JAGUAR XJ

18

1,80%

6

0,58%

200,00%

12º

BMW SÉRIE 7

17

1,70%

31

3,01%

-45,16%

10º

JAGUAR XF

16

1,60%

43

4,18%

-62,79%

11º

AUDI A7

13

1,30%

33

3,21%

-60,61%

12º

MERCEDES-BENZ CLS

6

0,60%

16

1,55%

-62,50%

13º

MASERATI GHIBLI

5

0,50%

5

0,49%

0,00%

13º

14º

MASERATI QUATTROPORTE

4

0,40%

1

0,10%

300,00%

16º

15º

AUDI A8

2

0,20%

13

1,26%

-84,62%

10º

16º

ROLLS-ROYCE GHOST

1

0,10%

0

0,00%

-

-

 

 

998

100,00%

1029

100,00%

-3,01%

 

EM DEZEMBRO
Junto com o Série 4 (13), oitavo colocado, o líder Classe C foi o único a crescer sobre 2017 (+89,3%) entre os modelos intermediários. Mas a vantagem em relação ao Série 3 (314), de quase 300 unidades em novembro, caiu para menos de 80 unidades. Além disso, o Mercedes perdeu quase 14 pontos percentuais de participação nas últimas semanas.
Audi A3 Sedan Ambition 2.0 2017

Completando quatro meses consecutivos no pódio, o A3 Sedan (240) teve o seu melhor resultado em 2018. A Audi, aliás, emplacou A4 (96) e A5 (33) no top 5. Pela primeira vez fora do top 5 desde março, o CLA (23) não vendia tão pouco desde abril do ano passado (32). A lanterna coube ao Stinger e sua unidade solitária.

Sedãs Médios Premium

POS.

MODELO

DEZ/18

NOV/18

DEZ/17

% DEZ 18

% NOV 18

VARIAÇÃO DEZ/NOV

VARIAÇÃO 2018/2017

MERCEDES-BENZ CLASSE C

388

540

205

34,55%

48,17%

-28,15%

89,27%

BMW SÉRIE 3

314

252

361

27,96%

22,48%

24,60%

-13,02%

AUDI A3 SEDAN

240

169

288

21,37%

15,08%

42,01%

-16,67%

AUDI A4

96

60

125

8,55%

5,35%

60,00%

-23,20%

AUDI A5

33

36

138

2,94%

3,21%

-8,33%

-76,09%

MERCEDES-BENZ CLA

23

40

60

2,05%

3,57%

-42,50%

-61,67%

JAGUAR XE

15

14

49

1,34%

1,25%

7,14%

-69,39%

BMW SÉRIE 4

13

6

10

1,16%

0,54%

116,67%

30,00%

KIA STINGER

1

4

0

0,09%

0,36%

-75,00%

-

 

 

1123

1121

1236

100,00%

100,00%

0,18%

-9,14%

Na faixa superior, o Série 5 (31) recuperou a ponta perdida nos últimos dois meses graças ao melhor resultado do segundo semestre. Após o fraco resultado de novembro, o Classe E se recuperou ao registrar 17 unidades. O número, no entanto, é menos da metade do emplacado há um ano.

Rolls-Royce Phantom

Modelo mais recente, o S90 (6) assegurou a quarta posição, à frente do A6 (5) e do A7 (2). Cinco modelos dividiram a última posição, com destaque para a única unidade registrada de um Rolls-Royce Ghost no Brasil no ano passado.

Sedãs Grandes Premium

POS.

MODELO

DEZ/18

NOV/18

DEZ/17

% DEZ 18

% NOV 18

VARIAÇÃO DEZ/NOV

VARIAÇÃO 2018/2017

BMW SÉRIE 5

31

19

29

32,98%

27,94%

63,16%

6,90%

PORSCHE PANAMERA

28

22

21

29,79%

32,35%

27,27%

33,33%

MERCEDES-BENZ CLASSE E

17

10

35

18,09%

14,71%

70,00%

-51,43%

VOLVO S90

6

4

0

6,38%

5,88%

50,00%

-

AUDI A6

5

3

10

5,32%

4,41%

66,67%

-50,00%

AUDI A7

2

6

0

2,13%

8,82%

-66,67%

-

BMW SÉRIE 7

1

0

1

1,06%

0,00%

-

0,00%

LEXUS ES350

1

0

0

1,06%

0,00%

-

-

MASERATI GHIBLI

1

0

0

1,06%

0,00%

-

-

10º

MERCEDES-BENZ CLASSE S

1

4

3

1,06%

5,88%

-75,00%

-66,67%

11º

ROLLS-ROYCE GHOST

1

0

0

1,06%

0,00%

-

-

 

 

94

68

99

100,00%

100,00%

38,24%

-5,05%

Fonte: Fenabrave

Galeria: Mercedes-Benz C200 EQ Boost 2019