Governo já divulgou os valores e datas de vencimentos dos impostos

Ano novo para quem tem carro significa começar pagando impostos como o IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) e o DPVAT (seguro obrigatório). O governo já divulgou as datas de vencimento e a tabela de valores venais para os pagamentos, que começam no dia 9 de janeiro. A boa notícia é que o DPVAT está bem mais barato, caindo para somente R$ 12 para carros, R$ 12,56 para picapes e caminhões até 1,5 tonelada e R$ 80,11 para motos e similares.

IPVA

O valor do IPVA é diferente para cada estados, já que é ele quem fica com metade do dinheiro arrecadado, enquanto a outra parte vai para a prefeitura onde o carro está registrado. E este valor varia de acordo com uma série de fatores, como tamanho, combustível, tipo de uso do veículo e faixa de preço. Cada Detran oferece uma ferramenta para calcular o valor final do IPVA 2019 a ser pago e irá trabalhar com datas de vencimento diferentes de acordo com o final da placa de cada veículo. Veja a taxa por estado para veículos de passeio, flex e particular:

Como nos anos anteriores, o proprietário pode parcelar o imposto em até 3 vezes, com pagamentos entre janeiro e março, ou quitar em uma única parcela com desconto (que pode ir de 3% a 10%, dependendo do estado). 

Atrasar o pagamento não é uma boa ideia. O governo cobra uma multa diária que muda de estado para estado. Em São Paulo, o inadimplente terá que pagar 0,33% ao dia e, após 60 dias, a multa é fixada em 20%.

Carros com 20 anos ou mais estão isentos de IPVA em São Paulo. 

DPVAT

Também conhecido como Seguro Obrigatório, o DPVAT (Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre) é federal. Isso significa que a taxa é tabelada para todos os estados. Como o imposto arrecadou mais do que gastou em indenizações ao longo de 2018, o valor a ser pago em 2019 foi reduzido. A taxa varia de acordo com o tipo de veículo e deve ser pago junto com a primeira parcela do IPVA (ou a única parcela) ou no licenciamento do veículo.

CATEGORIA VALOR
Automóveis particulares R$ 12,00
Táxis e carros de aluguel R$ 12,00
Ônibus, micro-ônibus e lotação com cobrança de frete R$ 33,61
Micro-ônibus com cobrança de frete, mas com lotação não superior a dez passageiros, e ônibus, micro-ônibus e lotações sem cobrança de frete R$ 20,84
Ciclomotores (cinquentinhas) R$ 15,43
Motocicletas e motonetas R$ 80,11
Máquinas de terraplanagem, tratores de pneus com reboques acoplados, caminhões ou veículos "pick-up", reboques e semirreboques R$ 12,56

O DPVAT é a indenização paga a vítimas de acidentes de trânsito, seja ele passageiro, motorista ou pedestre. O valor da indenização é de R$ 13.500 no caso de morte e de até R$ 13.500 nos casos de invalidez permanente, variando conforme o grau da invalidez, e de até R$ 2.700 em reembolso de despesas médicas e hospitalares comprovadas. Do total arrecadado, 45% é enviado ao Ministério da Saúde para o pagamento de despesas em hospitais públicos e 5%, ao DENATRAN. 

Fotomontagem: Paulo Henrique Trindade/Motor1.com