Grã-turismo japonesa traz o que há de mais moderno em termos de tecnologia embarcada, além de motor atualizado, ciclística renovada e design arrojado

A Honda começa a vender no Brasil seu modelo topo de linha, a GL 1800 Gold Wing linha 2019. Disponível nas versões Bagger (standard) e Tour, a grã-turismo da marca japonesa foi completamente reprojetada. Está mais compacta, leve e potente. A "rainha das estradas" traz novo chassi, motor, ciclística, além de um design moderno.

Na pré-venda promovida pela marca, os preços variam de R$ 136.550, na versão de entrada, a R$ 156.550 na versão Tour, equipada com top case, além de outros diferenciais como, por exemplo, câmbio DCT (Dual Clutch Transmission) com sete velocidades, suspensão traseira com ajustes eletrônicos pré-definidos, regulagem da altura do para-brisa e top case (110 litros de capacidade total de carga). As primeiras 60 unidades – 30 de cada versão – serão entregues a partir de fevereiro de 2019. Detalhe: a GL 1800 Gold Wing é única moto em produção dotada de airbag de série.

Honda GL 1800 Gold Wing 2019
Honda GL 1800 Gold Wing 2019

Apresentada oficialmente no Brasil durante o Salão das Duas Rodas de 2017, a moto traz de série uma "lista telefônica" em termos de novidades. Entre as principais estão: iluminação full LED, novo assento – mais largo e confortável –, chassi com nova estrutura em alumínio, novas suspensões e freios combinados D-CBS (Dual Combined Braking System) com ABS. Isso sem falar no inédito motor boxer, de seis cilindros e 1.833 cc. Aliás, o propulsor está mais leve, compacto e 16 cv mais potente que sua versão anterior.

Segundo Alfredo Guedes Jr., engenheiro da Honda, com a evolução da Gold Wing, o consumidor terá “melhor desempenho, menor consumo de combustível e mais prazer para percorrer grandes distâncias. Além disso, a Gold Wing é a primeira moto a ter conectividade com Apple CarPlay”, afirma o engenheiro.

 

Motor, transmissão e DCT

A nova Gold Wing está mais compacta e leve (- 48 kg) que sua antecessora. Seu motor usa a clássica arquitetura Boxer de 6 cilindros, porém agora com cabeçotes Unicam de quatro válvulas (tecnologia vinda dos modelos off-road de alta performance). O comportamento do propulsor pode ser ajustado em quatro diferentes modos de condução: Tour, Sport, Econ e Rain. Para melhorar o rendimento da grã-turismo, a moto está equipada com acelerador eletrônico, controle de tração, assistente de partida em subidas e sistema Start&Stop, que desliga o motor se a moto ficar mais de três segundos parada. A transmissão final é feita por eixo-cardã.

Honda GL 1800 Gold Wing 2019

Na versão 2019, o motor da Gold Wing ganhou mais potência (126 cv contra 118 cv) e torque (17,34 kgfm ante 17,0 kgfm), além de ter ficado 6,2 kg mais leve que a versão anterior. A Gold Tour ganhou também a terceira (e mais recente) geração do câmbio de dupla embreagem DCT (Dual Clutch Transmission) com sete marchas. O piloto tem a opção de utilizá-lo no modo plenamente automático ou selecionar a marcha desejada através de comandos "+" e "–" situados no punho esquerdo do guidão - uma versão do paddle shift para o segmento de duas rodas. O modelo de entrada usa transmissão convencional de 6 velocidades.

Conforme explica o engenheiro da Honda sobre a sétima marcha, “agora a Gold Wing Tour conta com um super over-drive para velocidade de cruzeiro, que otimiza o consumo e oferece ao piloto mais quilômetros rodados. Ou seja, menos paradas ao longo do percurso”, afirma Guedes.

 

Chassi e ciclística

Com relação ao chassi e a suspensões, a nova Gold traz novas e eficientes soluções. O inédito quadro de dupla trave de alumínio fundido sob pressão é 2 kg mais leve que o anterior. A posição de pilotagem foi avançada, porém o centro de gravidade permanece baixo, garantindo controle e estabilidade à motocicleta.

A suspensão dianteira conta com duplo braço oscilante, que confere um comportamento estável, tanto em velocidades baixas, como em rápidas rodovias e percursos com curvas. A nova suspensão dianteira da Gold Wing absorve os impactos separada do sistema de direção, o que resulta em 40% a mais de agilidade na ação do guidão. O que refletirá em mais conforto na tocada.

Honda GL 1800 Gold Wing 2019

Já a suspensão traseira é também inédita e usa uma balança monobraço Pro-Arm conectada ao sistema Pro-Link, solução que favoreceu aspectos de manutenção e design, contribuindo para a ação mais progressiva do conjunto traseiro, que assegura maior estabilidade e conforto. Agora há 26 posições de ajuste (eletrônico) na pré-carga da mola. É possível intervir na regulagem da pré-carga da mola do amortecedor traseiro em função do que se vai levar. Ou seja, há quatro as opções de ajuste: piloto, piloto+bagagem, piloto+passageiro e piloto+passageiro+bagagem. Item de série na versão topo de linha.

O sistema de freios da Gold Wing 2019 integra o sistema D-CBS (Dual Combined Braking System) com ABS de última geração, que distribui a potência da frenagem nas duas rodas de acordo com o ajuste do modo de condução. O freio dianteiro tem cálipers de seis pistões que atuam em dois discos de 320 mm; na traseira o cáliper é de três pistões e o disco 316 mm. O pneu dianteiro é 130/70 R18, enquanto atrás o pneu é um 200/55 R16.

Perfumaria

Desde seu lançamento em 1975, a Honda GL 1800 Gold Wing vem evoluindo constantemente - por isso se tornou objeto de desejo de muitos motociclistas. O cockpit do modelo 2019 traz painel com tela TFT colorida de 7 polegadas, sistema de áudio, navegação – até então indisponível para os modelos importados ao Brasil - controle de tração HSTC (Honda Selectable Torque Control) e piloto automático. A Gold Wing 2019 é compatível com o Apple CarPlay, via porta USB e Bluetooth.

Honda GL 1800 Gold Wing
Honda GL 1800 Gold Wing

A grã-turismo da Honda estará disponível nas cores cinza fosco para a versão GL 1800 Gold Wing (Bagger) e vermelha para a versão GL 1800 Gold Wing Tour. O preço público, base estado de São Paulo, é de R$ 136.550 na versão Gold Wing e R$ 156.550 na versão Tour. Sua principal concorrente será a linha CVO da Harley-Davidson, cujo preço sugerido começa em R$ 155.900 (Street Glide) e vai até R$ 172.900 na versão Limited, esta última equipada top case e motor Milwaukee-Eight 117 Twin-Cooled de 17 kgfm de torque.

Os modelos Honda têm garantia de 3 anos, sem limite de quilometragem e Honda Assistence em cinco países da América do Sul.

Texto: Aldo Tizzani, de Balneário Camboriú (SC), Especial para o Motor1.com

 

Galeria: Honda GL 1800 Gold Wing 2019