Ao menos 5 mil pessoas trabalham neste projeto da empresa

A Apple não fará mais um carro próprio. Afinal, as dificuldades para a produção de um automóvel vão muito além de simplesmente saber como fazê-lo. Mas isso não significa que a empresa da maçã não terá alguma participação no segmento e este plano acabou sendo descoberto, literalmente, por acidente. 

Leia também

Segundo o Departamento de Veículos Automotores da Califórnia, um Lexus RX 450h foi atingido na traseira por um Nissan Leaf em uma via expressa de Sunnyvale. Até aí, seria um acidente cotidiano, mas o Lexus é de propriedade da Apple e estava sendo utilizado em testes do sistema autonômo da empresa e aguardando o momento de entrar na via quando foi atingido pelo Leaf. A partir daí, foi descoberto que a Apple tem ao menos 5 mil pessoas envolvidas no projeto, com cerca de 60 carros com autorizações para rodar na Califórnia testando o sistema - mas sempre com um motorista pronto para assumir a direção se necessário. 

A Apple trabalha para ser uma fornecedora da tecnologia para as montadoras, como a Bosch, e mira o Google como seu principal concorrente. No ano passado, foi mostrada a tecnologia da empresa para detecção de pedestres mais rápido e eficiente que os oferecidos atualmente. A questão é que este acidente vem em tempos que a segurança destes veículos autônomos é questionada, principalmente após o atropelamento por um Volvo XC90 da Uber que estava em testes do sistema. Ao menos no caso da Apple, os danos foram apenas materiais. 

Galeria: Projeções - Apple Car