Os dias dos freios hidráulicos estão contados

Volta e meia falamos sobre a revolução elétrica do mundo automotivo, com cada vez mais fabricantes revelando planos de vender apenas carros híbridos e elétricos. Mas um aspecto deste processo não tem tanto destaque nas notícias. A eletrificação traz novos desafios para as fabricantes, e um deles é o freio a ser utilizado. Em entrevista à Car and Driver, Giovanni Canavotto, diretor executivo da Brembo, e Daniel Sandberg, CEO da operação nos EUA, comentaram sobre possíveis soluções para os carros elétricos.

Quando questionados se iremos ver freios eletrificados no futuro, Canavotto revelou que essa tecnologia já está em desenvolvimento e será realidade em breve. "Sistemas eletrificados de freio serão uma forte tendência na próxima década", disse o executivo. "Sistemas com controle eletrônico dão flexibilidade às fabricantes na hora de ajustar os freios. Nós temos usado eles na Fórmula 1 há anos. Nos carros do futuro, eles poderão ser ajustados de acordo com o gosto do motorista, para o pedal ser mais leve ou pesado, se o curso é longo ou mais curto, da mesma forma que os modos de condução atuais mexem na suspensão e na direção."

Subaru Impreza WRX STI spec C

Outra razão para os freios elétricos serem parte importante do futuro é que as fabricantes querem eletrificar não somente os motores de seus próximos carros, como também outros sistemas do veículo. "A maioria das fabricantes expressam o desejo de eletrificar todo o veículo, independente da motorização. Freios elétricos não dependem de um motor elétrico e nem mesmo de um sistema de 48 volts", explica Canavotto.

E quando veremos carros com freios elétricos? Será um processo lento, "como dos tambores a freios a disco". Ou seja, começará com carros mais caros para, aos poucos, migrar para modelos mais baratos. Claro, isso depois de todo o trabalho de desenvolvimento necessário, especialmente com o software de controle. Vale o trabalho, pois tem grandes vantagens. Sinais elétricos são mais rápidos e mais fáceis de controlar do que os hidráulicos, e irão simplificar as estruturas dos veículos. Os dias dos freios hidráulicos estão contados.

Fonte: Car and Driver