Será que o novo item de segurança não atrapalha a visibilidade? Decida você mesmo

Um dos pilotos da Mercedes na F1, Valtteri Bottas, nos forneceu uma primeira impressão de como é dirigir o novo carro da F1 2018 com o cockpit Halo. O vídeo foi gravado por uma câmera instalada no capacete de Bottas durante algumas voltas no circuito de Silverstone, na Inglaterra. 

Oficialmente, esse vídeo foi feito no primeiro de dois dias de filmagem permitidos para fins de publicidade da temporada 2018 - os testes são altamente restritos. Mas, obviamente, essa rodagem também serviu como oportunidade para os dois pilotos da equipe alemã avaliarem o carro e os engenheiros checarem se está tudo em ordem. 

O sistema de proteção Halo é talvez o mais controverso elemento da nova temporada da Fórmula 1. Os pilotos ainda estão divididos sobre se a medida de segurança é necessária ou acaba ruindo o aspecto do que deve ser um carro de F1. 

A principal questão é se a cobertura do cockpit não afeta a visibilidade do piloto em movimento. Bottas falou recentemente ao  Motorsport.com que o Halo não fez diferença para ele no simulador. E Carlos Sainz também saiu em defesa do dispositivo, que segundo ele é uma adição discreta ao carro. "Eu acho que pode ser um dispositivo eficaz", disse o piloto da Renault. "Como pilotos, teremos que nos adaptar, mas 20 voltas ou mais do teste devem ser tempo suficiente.

Os engenheiros verão como isso afeta a aerodinâmica. Eu vi o trabalho feito no túnel de vento na fábrica, mas agora precisamos testar seu comportamento na pista. "Visualmente, não acho que o halo parece muito ruim da forma como foi integrado ao carro. Todos nos acostumaremos com isso, e será normal em pouco tempo.

Já o chefe da Mercedes F1 Team, Toto Wolff, já deixou claro onde ele está neste assunto. O alemão disse aos repórteres no lançamento do carro da temporada 2018 que ele levaria uma motosserra para cortar o dispositivo Halo se pudesse.

Assista ao vídeo abaixo e tire suas próprias conclusões!

Galeria: F1 halo