Sedã ganha novo visual e mais equipamentos, mas não tem controle de estabilidade nem como opcional

A Honda lança o City 2018 com novidades no visual e na lista de equipamentos com direito ao sofisticado conjunto óptico com lâmpadas de LED. No entanto, o equipamento mais aguardo ainda não veio: o controle eletrônico de estabilidade não aparece nem como opcional.

Honda City EXL 2018
Honda City EX 2018

Em termos visuais, a dianteira do City 2018 ganha nova grade e com o logotipo da Honda ampliado, novos faróis com refletor duplo e luzes de rodagem diurnas em LED integradas de série em todas as versões. Na topo de gama EXL, o conjunto tem luzes em LED para o farol baixo como para o alto.

Na traseira, as novidades são o novo desenho do para-choque e novas lanternas com guias em LED nas versões LX, EX e EXL. Nestas versões, as rodas de liga leve são de 16 polegadas com desenho exclusivo enquanto a DX passa a ser equipada com rodas de liga leve de 15 polegadas. Palhetas de limpadores do para-brisa do tipo flat blade também integram os itens de série.

Leia também:

Versões e itens de série

Desde a versão de entrada, o City DX vem equipado com ar-condicionado, sistema de som com Bluetooth e entrada USB, direção elétrica, vidros e travas elétricas, volante com ajuste de altura e profundidade, chave do tipo canivete com sistema de travamento e destravamento das portas com imobilizador, cintos de segurança de três pontos para todos os ocupantes e sistema ISOFIX de fixação de cadeirinha infantil.

A partir da versão LX , o modelo recebe novas rodas de liga leve de 16 polegadas, faróis de neblina e as lanternas com guias de LED, acabamento no painel em cinza mais escuro, bancos em tecido com nova padronagem, bancos traseiros rebatíveis em 40/60 e controle de áudio no volante.

No City EX, a novidade é a inclusão dos airbags laterais, ar-condicionado digital touchscreen automático, volante com acabamento em couro e apoio de braço central dianteiro revestido e com porta-objetos, controle de cruzeiro, sistema de áudio com tela de 5 polegadas, oito alto falantes e câmera de ré.

A versão EXL vem com a nova central multimídia de sete polegadas com GPS e os sistemas Apple CarPlay e Android Auto integrados. Também traz a câmera de ré com visualização em três ângulos, retrovisores elétricos com rebatimento automático, bancos revestidos em couro, descansa braço central revestido e seis airbags - frontais, laterais e do tipo cortina.

Na versão Personal, posicionada em preço para atender o consumidor PCD, traz piloto automático, retrovisores com luz indicadora de direção e o painel Bluemeter. 

Sem mudanças mecânicas, a linha 2018 City será vendida em cinco versões, todas equipadas com o motor 1.5 i-VTEC FlexOne, com controle eletrônico variável de sincronização e abertura de válvulas, que gera 116 cv  a 6.000 rpm e 15,3 kgfm de torque a 4.800 rpm com etanol e  115 cv a 6.000 rpm e 15,2 kgf.m a 4.800 rpm quando abastecido com gasolina.

As versões Personal, LX, EX e EXL são equipadas com a transmissão CVT enquanto a versão DX será vendida somente com o câmbio manual de cinco velocidades.<

Tabela de preços - Honda City 2018

City DX - câmbio manual R$ 60.900
City Personal - CVT R$ 68.700
City LX - CVT R$ 72.500
City EX - CVT R$ 77.900
City EXL - CVT R$ 83.400

Todos os valores correspondem aos carros com pintura sólida. Opções com pintura metálica custam R$ 990 e a chamada pintura especial sai por R$1.290.>

Fotos: Divulgação

Honda City EXL 2018