Nova versão mantém, curiosamente, o antigo câmbio de 4 marchas

Nem sempre os argentinos recebem o melhor. Se por um lado eles se orgulham de modelos esportivos que não são vendidos no Brasil, por outro eles precisam aceitar coisas que nós não temos mais. É o caso do Nissan Versa, que chega ao país vizinho em nova versão com câmbio automático para ser o sedã mais barato com este tipo de transmissão. Porém, enquanto nós temos o câmbio CVT, eles ficam com o velho automático de 4 marchas. 

Nissan Versa AT (Argentina)

Mesmo produzido em Resende (RJ), o Versa enviado para a Argentina mantém a caixa de 4 marchas que era utilizada, por exemplo, no hatch Tiida e na minivan Livina. A explicação pode ser pela motorização 1.6 somente a gasolina utilizada por lá, com o 1.6 produzindo 107 cv (contra 111 cv do nosso flex), o que exigiria uma nova programação da transmissão. 

Leia também:

Antes disponível apenas em versões mais caras, o Versa AT recebe agora a versão Sense, que o coloca como o carro automático mais barato da Argentina. Custando 302.200 pesos (equivalente a R$ 51.590), leva vantagem sobre o Toyota Etios Sedã AT (317.400 pesos), Chevrolet Prisma AT (349.000 pesos) e Chery Arrizo5 CVT (375.000 pesos). 

Fotos: divulgação