Vendas de veículos verdes crescem quase 270%

O mercado brasileiro encerrou o primeiro semestre com 991.475 automóveis e comerciais leves vendidos, um crescimento de 4,25% em relação ao mesmo período de 2016. Mas nem todo mundo aproveitou essa maré positiva. Quem foi bem e quem foi mal nos seis primeiros meses de 2017? Eis o panorama dos segmentos que apresentaremos agora.

Leia também:

Em alta

De um total de vinte e quatro segmentos analisados, apenas nove apresentaram números melhores do que os do ano passado. O destaque coube aos chamados veículos verdes - que inclui modelos híbridos e elétricos -, cuja evolução chegou perto dos 270%. O grande responsável pelo número expressivo foi o novo Toyota Prius (850), com mais de 90% das vendas da categoria.

 

Jeep Compass x Honda Civic

 

Os SUVs/crossovers foram alguns dos grandes artífices do crescimento do mercado no período. Das seis categorias, quatro apresentaram avanço. Graças essencialmente ao Jeep Compass (22.004), com mais de 60% das vendas, os modelos da Classe II incrementaram em quase 50% os números de 2016.

 

Hyundai Creta Prestige 2.0

 

Responsáveis por quase 120 mil unidades, mais de 12% de tudo o que foi vendido no país até o último dia 30 de junho, os SUVs/crossovers compactos registraram alta de quase 25%, fruto da chegada de novos modelos como o Hyunda Creta (17.323), o Honda WR-V (5.983) e o Renault Captur (4.354), além da consolidação do Nissan Kicks (12.766), lançado do 2º semestre de 2016.

 

Toyota SW4 Hybrid

 

Entre os modelos maiores, sozinho o Toyota Hilux SW4 (6.270) conquistou quase 65% de participação, mas foi o Chevrolet Trailblazer, cujas vendas praticamente triplicaram no período (de 495 para 1.474 unidades), a locomotiva para uma alta de quase 17%.

 

Fiat Toro 2.4 Flex

 

As vendas de picapes médias/grandes cresceram 13,3%, com a líder Fiat Toro (24.687) respondendo por quase 1/3 das 78.566 unidades. Já os SUVs/crossovers premium da classe I, com 8.088 emplacamentos, avançaram mais de 11%, capitaneados pelo Audi Q3 (2.198), pelo Mercedes GLA (1.994) e pelo BMW X1 (1.616), todos com altas acima dos 19%.

 

Sandero Vibe 1.0 SCe

 

Mas ninguém contribuiu tanto para o avanço do mercado quanto os modelos de entrada. Com 385.028 unidades, aproximadamente 40% das 991.475 unidades, o crescimento foi de 8,5%. Somente o líder Chevrolet Onix (83.241) teve alta superior a 21% - menos, no entanto, do que os quase 50% do Renault Sandero (38.817) e do que os mais de 300% do Fiat Mobi (25.618).

 

Honda Civic Sport 2017

 

As novas gerações do Honda Civic (14.697) e do Chevrolet Cruze (8.791), este último com alta de mais de 130%, ajudaram os sedãs médios a avançarem 4,5%, mesmo com a queda do líder Toyota Corolla (29.190, -8,5%), dono de quase 45% das vendas. Já o Ford Fusion reestilizado (2.024), com mais de 85% de participação de mercado, foi o principal responsável por manter as vendas de sedãs grandes na parte de cima da tabela.

POS.

SEGMENTO

1º SEM. 17

1º SEM. 16

EVOLUÇÃO 2017 / 2016

LÍDER

QTDE. 1º SEM. 17

% TOTAL

VERDES

941

255

269,02%

TOYOTA PRIUS

850

90,33%

SUVS/CROSSOVERS II

35.951

24.136

48,95%

JEEP COMPASS

22.004

61,21%

SUVS/CROSSOVERS I

119.905

96.192

24,65%

HONDA HR-V

23.218

19,36%

SUVS/CROSSOVERS III

9.666

8.284

16,68%

TOYOTA HILUX SW4

6.270

64,87%

PICAPES MÉDIAS/GRANDES

78.566

69.329

13,32%

FIAT TORO

24.687

31,42%

SUVS/CROSSOVERS PREMIUM I

8.088

7.281

11,08%

AUDI Q3

2.198

27,18%

VEÍCULOS DE ENTRADA

385.028

354.929

8,48%

CHEVROLET ONIX

83.241

21,62%

SEDÃS MÉDIOS

65.687

62.855

4,51%

TOYOTA COROLLA

29.190

44,44%

SEDÃS GRANDES

2.369

2.313

2,42%

FORD FUSION

2.024

85,44%

Em baixa

Nenhum segmento perdeu tanto espaço quanto o dos hatchbacks premium, com baixa de 55,35%. Apenas o líder Mercedes-Benz Classe A (283) registrou resultado positivo em relação a 2016 (+5,2%). As stations, uma das categorias com maior risco de extinção no país, ficaram próximas, com retração de 54% - somente a VW Spacefox perdeu mais de 80% de seus compradores.

 

Comparativo Cruze Sport6 x Golf TSI

 

Outrora vigoroso, o segmento de hatchbacks médios caiu mais de 35%. A queda só não foi maior porque o líder Chevrolet Cruze Sport6 (3.222) aumentou seus números em mais de 50% no período. Nem mesmo nas demais categorias premium, em que o efeito de crises econômicas costuma ser menos sensível, houve uma direção positiva: os hatchbacks classe I e os SUVs/crossovers classe III perderam aproximadamente 28% das vendas cada.

 

HB20S

 

Segundo segmento mais importante do mercado brasileiro (12,6% de participação), os sedãs de entrada viram as vendas despencarem 10%, muito em razão das fortes retrações registradas pelo Hyundai HB20S (14.862, -35,3%) e pelo Fiat Siena (13.149, -29,8%).

 

Fiat Strada Adventure CD

 

Nem mesmo as picapes pequenas passaram imunes e apresentaram baixa de quase 5%. Aqui, no entanto, há uma única responsável: líder com quase 50% de participação, a Fiat Strada (24.027) sofreu uma retração de aproximadamente 17%, enquanto as demais adversárias demonstraram fôlego superior ao do ano passado.

POS.

SEGMENTO

1º SEM. 17

1º SEM. 16

EVOLUÇÃO 2017 / 2016

LÍDER

QTDE. 1º SEM. 17

% TOTAL

HATCHES PREMIUM II

592

1.326

-55,35%

MERCEDES CLASSE A

283

47,80%

STATIONS

2.644

5.759

-54,09%

FIAT WEEKEND

1.926

72,84%

HATCHES MÉDIOS

8.463

13.060

-35,20%

CHEVROLET CRUZE SPORT6

3.222

38,07%

HATCHES PREMIUM I

850

1.182

-28,09%

MINI COOPER

684

80,47%

SUVS/CROSSOVERS PREMIUM III

1.469

2.029

-27,60%

MERCEDES GLE

270

18,38%

MINIVANS

387

498

-22,29%

CITROËN C4 PICASSO

192

49,61%

SEDÃS MÉDIOS PREMIUM

5.933

7.424

-20,08%

MERCEDES CLASSE C

1.899

32,01%

HATCHES COMPACTOS

33.020

39.055

-15,45%

HONDA FIT

12.703

38,47%

SEDÃS DE ENTRADA

124.807

138.676

-10,00%

CHEVROLET PRISMA

31.202

25,00%

10º

ESPORTIVOS

814

897

-9,25%

PORSCHE 911

97

11,92%

11º

MONOVOLUMES

17.318

18.950

-8,61%

CHEVROLET SPIN

11.201

64,68%

12º

SEDÃS COMPACTOS

20.041

20.530

-6,92%

CHEVROLET COBALT

11.487

57,32%

13º

SEDÃS GRANDES PREMIUM

445

475

-6,32%

MERCEDES CLASSE E

176

39,55%

14º

SUVS/CROSSOVERS PREMIUM II

2.985

3.186

-6,31%

LAND ROVER DISCOVERY SPORT

1.458

48,84%

15º

PICAPES PEQUENAS

50.384

52.992

-4,92%

FIAT STRADA

24.027

47,69%

Fonte: Fenabrave