Além de 14 carros falsificados, a Polícia também encontrou uma plantação de marijuana no local

Quem disse que tudo que é falsificado é chinês? Foi na Espanha que uma montadora clandestina foi desmantelada pela polícia. No local carros comuns eram em réplicas não autorizadas de superesportivos e vendidos por valores, digamos, não tão baratos.

Localizada na cidade de Sils, na província de Girona, a oficina transforma carros de passeio em Ferraris. Em comunicado oficial, a Polícia Nacional informou que 14 carros foram apreendidos no local, dos quais quatro "Ferraris" já estavam prontas e em breve seriam vendidas.

 

Ferrari Fake

 

A investigação começou quando um veículo que simulava a aparência de uma Ferrari foi parado numa blitz na cidade de Benidorm. Graças à investigação dos agentes, foi possível identificar a pessoa que fazia a fabricação do veículo falsificado e sua venda através de anúncios de classificados na internet, segundo o comunicado.

A operação resultou na prisão de três pessoas, as mesmas que realizavam a conversão do carro "normal" em um superesportivo fake. Segundo as autoridades locais, o carros "genéricos" tinham os chassis adulterados e eram vendidos na internet por preços que atingiam 40 mil euros, valor que atualmente equivale a mais de R$ 132,5 mil.

Além dos carros apreendidos, também foram recuperadas peças, moldes de fibra de vidro para confecção de partes das carrocerias, odômetros, emblemas e documentos. Os modelos preferidos pelos falsários eram a Ferrari 348, Ferrari 360 e Ferrari F430.

Como se o crime de falsificação não bastasse, a Polícia também encontrou dentro da oficina uma instalação completa para o cultivo de 950 plantas de maconha com geladeiras, transformadores, ventiladores e lâmpadas. 

 

 

Ferrari F430