Harley-Davidson apresenta novo motor e suspensão para a linha 2017

A Harley-Davidson apresenta nesta semana o novo motor Milwaukee Eight, que equipará os modelos mais caros da marca na linha 2017. Trata-se do nono motor de dois cilindros em V da Harley em mais de 100 anos, vindo para substituir o Twin Cam Eight usado desde 1998. O propulsor tem um novo cabeçote, agora com quatro válvulas por cilindro, e sistema de exaustão redesenhado. Estará disponível em três versões: Milwaukee-Eight 107 (1.745 cc) e Twin-Cooled 107, para as motos convencionais, e o Twin-Cooled Milwaukee-Eight 114 (1.870 cc) para as motos da linha CVO (Custom Vehicle Operations), as topo de linha da Harley. Trata-se do motor mais potente da história da marca, mas ao mesmo tempo também consome menos e emite menos poluentes que a antiga geração, além de produzir menor vibração. "O motor Milwaukee-Eight carrega o legado dos Big Twins para o futuro. Embora respeitando o caráter essencial, criamos um motor inteiramente novo. Cada aspecto do desempenho, durabilidade e estilo foi melhorado como uma resposta direta à voz dos clientes da Harley-Davidson em todo o mundo", diz o engenheiro-chefe Alex Bozmoski. A linha 2017 das motos Touring da Harley (Street Glide Special, Road King Classic e Ultra Limited) também ganha uma nova suspensão. Na dianteira, há novos garfos Showa SDBV mais leves e com melhor absorção de impactos. Já a traseira traz novos amortecedores para permitir maior grau de ajuste na pré-carga da mola. "A pré-carga agora pode ser ajustada conforme o desejo de condutor e passageiro sem a necessidade de ferramentas, engrenagens ou bombas de ar", explica Paul James, Diretor de Planejamento de Produtos da Harley. “Uma vez definida, a pré-carga não vai vazar para baixo ou exigir mais ajustes." Fica agora a expectativa para o lançamento das novas Harley-Davidson 2017 no Brasil.