Jornalistas comentam as primeiras impressões a bordo do novo SUV, além da liderança do T-Cross nas vendas

O Ford Territory estreia no Brasil cercado de expectativas. É o primeiro lançamento da marca após a mudança na estratégia que privilegia SUVs e picapes em vez de hatches e sedãs. É o primeiro SUV médio da empresa a ser vendido por aqui, de olho no mercado do Jeep Compass. E, para completar, ele não é exatamente um projeto da Ford, pois trata-se de um rebadge de um modelo chinês que a marca americana adaptou para si. Dito isso, o que achamos do Territory em suas primeiras avaliações? 

Neste programa, os jornalistas Daniel Messeder (Motor1.com) e Renato Maia (Falando de Carro) analisam os pontos positivos e negativos do lançamento da Ford, como o fato de ser um carro chamativo e bem acabado, além de vir com uma série de itens de tecnologia e segurança, alguns inéditos no segmento. Ao mesmo tempo, o Territory não compartilha nenhum componente com outro modelo da Ford: o motor 1.5 turbo tem origem Mitsubishi, o câmbio é um CVT que simula 8 marchas e o botão de partida fica do lado esquerdo do motorista, como nos Porsche. 

 

Mas o que deve dar o que falar sobre o Territory são os preços. Disponível em duas versões, SEL de R$ 165.900 e Titanium de R$ 187.900, o novo SUV foi afetado pela disparada do do dólar e acabou ficando mais caro que a previsão inicial. Deste modo, vai enfrentar apenas as versões mais caras do Compass, além do VW Tiguan e o Chevrolet Equinox - ambos com a vantagem de vir do México e não pagarem Imposto de Importação. 

Outro SUV também foi assunto nesta edição: o VW T-Cross fez história em julho ao se tornar o primeiro SUV líder de vendas no Brasil. O modelo desbancou o Chevrolet Onix de uma posição que já detinha há mais de cinco anos e, com forte participação da versão Sense (para PCD), reacendeu mais uma vez questão dos (exagerados) impostos cobrados sobre os automóveis no país. 

Aproveitando o sucesso do modelo, a VW apresentou nesta semana a linha 2021 do T-Cross, que tem como principal novidade a central multimídia VW Play de série em todas as versões. No entanto, ainda não ganhou itens do Nivus como o novo volante e o piloto automático adaptativo ACC. Digamos que a VW preferiu não mexer em time que está ganhando...

Participam desta edição:

Edição: Paulo Henrique Trindade