Apresentado em 1995, hatch tinha teto solar que abria até o porta-malas e bancos com estrutura tubular

Nome: Chevrolet Corsa Tonga

Estreia: Brasil Motor Show 1995

Especificações: Desconhecidas

Porque lembramos dele: Com suspensão elevada e diversos itens "off-road", como para-choque de impulsão e coberturas plásticas nas caixas de roda, este Corsa antecipou a tendência dos modelos aventureiros, que se tornariam moda anos depois.

Chevrolet Corsa Tonga
Chevrolet Corsa Tonga

Quem está na casa dos 35 anos vai lembrar que, durante a década de 1990, o Brasil tinha dois grandes eventos automotivos: o Salão Internacional do Automóvel de São Paulo, que continua até hoje; e o extinto Brasil Motor Show, que acontecia nos anos ímpares (durou até a edição de 1999). Foi em um destes anos, em 1995, que a General Motors do Brasil construiu um protótipo que chamou tanta atenção que acabou sendo levado para outros salões ao redor do mundo (com o logotipo da Opel).

O Chevrolet Corsa Tonga era uma proposta off-road para o hatch, que ainda tinha pouco mais de um ano no mercado brasileiro. Foi desenvolvido pela equipe de design da GM do Brasil, montado com base na carroceria de duas portas do compacto. O nome veio do Reino de Tonga, uma pequena ilha que faz parte da Polinésia. Tinha proposta fora-de-estrada leve, mais para um aventureiro do que um SUV. Trazia suspensão elevada, para-choques mais encorpados, molduras nas laterais (que não eram de plástico preto) novos faróis e um imenso teto solar panorâmico que abria até a base do vidro traseiro, na tampa do porta-malas.

Chevrolet Corsa Tonga

Além do estilo "bombadinho", o Tonga se destacava pelo esquema de cor extravagante, que misturava roxo e verde, e pelos bancos, feitos com estrutura tubular revestida por um tecido flexível nada discreto. Tinha o mesmo conforto de um banco comum, mas dispensava a estrutura normal com molas, espuma de borracha e tecido. A GM não divulgou nada sobre a mecânica, mas ao menos o volante era o mesmo da versão esportiva GSi, que trazia motor 1.6 16V de 108 cv e câmbio manual de 5 marchas. 

Chevrolet Corsa Tonga
corsa-tonga-wagon

Embora não tenha chegado à linha de produção, o conceito serviu de base para um segundo protótipo, o Tonga 2 (acima). Desta vez, a perua Corsa Wagon foi a escolhida, transformando-se em uma perua aventureira - entregando de bandeja a ideia para a Fiat Palio Weekend Adventure, que seria lançada em 1999. 

Fotos: Divulgação 

Chevrolet Corsa Tonga