Bolonha é a cidade da Lamborghini, então é natural que a empresa tenha um lanço bem estreito com o governo local. A última parceria deu origem a um Huracán, usado de verdade pela “la polizia” em missões especiais, como transporte de órgãos para transplantes ou suporte em situações de emergência, quando a velocidade para chegar ao local da ocorrência é fundamental.

E velocidade é o que não falta para o Huracán. Seu motor 5.2 V10 de 610 cv permite que acelere de 0 a 100 km/h em 2,8 segundos e tem velocidade máxima de 341 km/h. Vamos torcer para que não tenha o mesmo destino que o seu antecessor, o Gallardo – as duas unidades usadas pela Polizia Stradale foram destruídas durante patrulhas.