Revelada no início do ano como versão mais capaz já desenvolvida para a linha Ranger, a variante Raptor rapidamente despertou o desejo dos fãs de picapes. Logo no período inicial de oferta, recebeu inúmeros pedidos e chegou até mesmo a gerar filas de espera em concessionárias da Austrália. Chama atenção pelo visual exclusivo e por atributos como o motor 2.0 turbodiesel de 213 cv, câmbio automático de 10 marchas e suspensão especialmente preparada para uso severo. Atualmente é vendida em países da Europa, Ásia e Oceania - e ansiosamente aguardada no Brasil. Foi confirmada recentemente na Argentina, o que acabou por gerar certa expectativa do lado de cá da fronteira. Mas a produção concentrada unicamente na Tailândia dificulta o lançamento em mercados mais distantes. Por aqui, o que está confirmado é a versão Storm, com adereços off-road.