Primeiro grande lançamento da Opel após a aquisição por parte do grupo PSA, o Crossland X já nasceu com DNA francês. Desenvolvido para indiretamente ocupar o lugar da finada Meriva, o modelo toma com base a plataforma PF1, sendo na prática mais um irmão de outros SUVs compactos como Peugeot 2008 e Citroën C4 Cactus. Usa motores também de origem francesa, incluindo os conhecidos 1.2 PureTech de 82 cv ou 130 cv e o turbodiesel BlueHDi 1.6. Entre outros atributos, destaca-se pela ampla oferta de espaço interno (são 520 litros de capacidade no porta-malas) e pelo alto nível de conectividade a bordo. Seria uma opção interessante se a PSA resolvesse trazer a Opel ao Brasil.