Talvez, visto nas ruas ou sozinho em um palco, o Stratos "renovado" pela Manifattura Automobili Torino (MAT) pareça legal. Mas a impressão que temos é que a empresa deu um tiro no pé, apresentando o carro em Genebra diretamente ao lado do impecável e original esportivo. Qual é a palavra italiana para "sacrilégio" mesmo?

Traçando uma comparação de proporções com a Playmobil, o design do MAT se revela tão infantil e até feio, dependendo do ângulo. Especificamente, o enxerto aplicado no para-choque e o "olhar morto" criado pelo faróis são difíceis de perdoar. Será que funcionaria melhor em laranja?