Nesta avaliação em primeira mão, ele mostrou mais valentia que o rival da Jeep na terra

Há uma tendência no mercado automotivo de se menosprezar alguns carros, especialmente esportivos ou de luxo, caso compartilhem partes com produtos aparentemente inferiores. Veja o caso da Audi RS3, por exemplo, que alguns desdenham por ter a mesma base do VW Tiguan. Mas os humanos compartilham 84% de seus genes com os cães, e eu tenho quase tanto em comum com o melhor amigo do homem do que o hatch esportivo da Audi tem com o SUV da VW. 

O novo Ford Bronco Sport 2021 está aberto a ataques deste tipo. Afinal, ele é um Bronco, e usar esse nome adiciona certas expectativas em relação à sua capacidade off-road, bem como à imagem - o Bronco original é um utilitário cult nos EUA. O problema é que o Bronco Sport não é apenas uma versão reduzida do novo Bronco, ele usa outra plataforma - a C2 do crossover Escape, que por sua vez deriva do Focus. Portanto, não é surpresa que alguns tenham questionado a valentia do Bronco Sport, porque seus fundamentos estão longe ser os mesmos da lenda escaladora de pedras. 

Pois bem, não é preciso mais duvidar. Após esta primeira experiência ao volante do Bronco Sport, agora tenho certeza: o SUV tem tanto em comum com o Escape e o Focus quanto eu tenho com o meu cachorro, o Scooter. 

Galeria: Ford Bronco Sport - Avaliação

A 100 km/h na terra

A arquitetura compartilhada do Escape significa que o Bronco Sport mantém o mesmo esquema básico de suspensão dianteira MacPherson e traseira multi-link. Mas, como o Bronco "grande", o Sport traz um acerto de suspensão off-road de alto desempenho que a Ford chama de HOSS (High-Performance Off-Road Stability Suspension).

Mais uma filosofia de ajuste reservada para a família Bronco do que um pacote específico de hardware, o HOSS repensa a geometria para melhorar a articulação e o deslocamento das rodas para e, em seguida, ajusta as molas, amortecedores e barras estabilizadoras para se adequar à missão fora-de-estrada do Bronco Sport. No fim, a diferença de capacidade entre o Escape e o Bronco Sport é maior do que a forma como eles andam e se comportam. 

2021 Ford Bronco Sport Exterior Rear Quarter
2021 Ford Bronco Sport Exterior Rear Quarter
2021 Ford Bronco Sport Exterior Front View

Qualquer desconfiança de que estamos diante de um crossover urbano com roupa de trilha desaparece logo nas primeiras curvas. Na estrada, há bastante inclinação lateral e muita movimentação da carroceria, como você esperaria de uma suspensão off-road de longo curso.

Tive até de mudar minha abordagem depois de alguns quilômetros ao volante, deixando de fazer curvas como faria num crossover típico para abordá-las como num legítimo, alto e macio SUV - velocidades mais baixas e comandos de direção mais progressivos para evitar desequilíbrios no conjunto. Isso não é uma falha por parte da Ford, e sim um sacrifício que o caráter off-road do Bronco Sport exige. 

Um Jeep Compass pode funcionar melhor no asfalto, mas o Bronco Sport é de longe mais competente na terra - e digo isso como ex-dono de Compass 

A contrapartida aparece em sua habilidade na terra. Mesmo na versão intermediária Outer Banks - membro da complicada gama de versões do Bronco, análoga à versão Limited da Jeep -, há um nível de compostura e habilidade em estradas irregulares que é difícil de encontrar. Em um momento, olhei para o painel enquanto acelerava ao longo de uma estradinha arborizada e percebi que eu estava a 100 km/h! Um Jeep Compass pode funcionar melhor em estradas pavimentadas, mas o Bronco Sport é de longe mais competente na terra - e digo isso como ex-dono de Compass e atual proprietário de um Renegade.    

Após reduzir para uma velocidade, digamos, mais segura, comecei a mirar em saliências, buracos e sulcos, tentando encontrar alguma combinação de frequência e amplitude que pudesse perturbar esta suspensão brilhantemente afinada. Não consegui encontrar. A estabilidade gerada pela direção e suspensão bem acertadas dão ao Bronco Sport uma confiança incomum quando se trata de atravessar terrenos acidentados em velocidade. E, lembre-se, eu estava dirigindo uma versão intermediária - a preparada Badlands promete ser ainda melhor graças a ajustes específicos nas molas e amortecedores, além de pneus mais carnudos. 

2021 Ford Bronco Sport Exterior Side Profile

O Bronco Sport tem vem com o sistema GOAT (sigla de "vai para cima de qualquer terreno", em inglês), que otimiza motor, transmissão, aceleração, direção e os controles de tração e estabilidade com base no terreno à frente. Além dos modos Normal, Eco, Sport, Escorregadio e Areia, a versão Badlands adiciona as configurações Lama e Pedra para aproveitar melhor os 22,3 cm de altura livre do solo - 2,5 cm extras em relação aos modelos mais simples.

Há também um sistema de tração 4x4 mais avançado, com uma unidade de dupla embreagem para a tração traseira e um diferencial traseiro blocante com refrigeração líquida. Assim, o Bronco Sport Badlands pode dividir o torque em 50% para cada eixo e ainda transferir 100% do torque do eixo traseiro lateralmente, ou seja, para cada uma das rodas. 

Use os modos de condução e o Bronco Sport

pode dar a impressão de uma Raptor

O resultado é um fora-de-estrada sério, nada de SUV de shopping. Uma rocha lisa, situada em uma inclinação razoável, foi um desafio fácil para o Badlands e sua 1ª marcha reduzida (relação 18:1). No modo Pedra, a direção é relaxada para evitar rebotes no volante, mais uma vez contribuindo para a estabilidade em linha reta e inspirando confiança - mesmo um motorista inexperiente no off-road acharia esse obstáculo acessível neste carro.

Mude os modos de condução, e o Sport pode dar a impressão de uma Raptor. A Ford criou um circuito de autocross em uma superfície de areia fina e profunda para nossa avaliação. Com o modo Areia selecionado, você pode dirigir o Bronco apenas pelo acelerador - a traseira gira quando você aplica carga máxima, enquanto a suspensão faz um bom trabalho ao manter as quatro rodas no chão tracionando. 

2021 Ford Bronco Sport Exterior Rear End
2021 Ford Bronco Sport Exterior Wheel

Em trilhas mais leves, ao volante da versão Outer Banks, ainda temos mais capacidade do que 99% dos futuros proprietários vão exigir. Os 19,8 cm de altura livre do solo são adequados (um pouco menos que o Jeep Compass) e, graças a sacadas como o capô plano e o nariz quadrado, é fácil apontar o Bronco Sport em caminhos estreitos e ziguezagues apertados. Ainda assim, eu gostaria que a Ford oferecesse a câmera montada na frente da versão Badlands também nas variantes mais baratas - tornaria essas situações ainda mais cômodas. 

Também há uma clara distinção entre os dois sistemas de tração 4x4. A configuração padrão é muito semelhante à do Escape, e ele apresentava dificuldades em algumas inclinações mais íngremes ou arenosas, a menos que o motorista ganhasse impulso e mantivesse uma pressão consistente no acelerador. 

Sentado no banco de trás do carro que puxava o percurso off-road, eu vi alguns Bronco Sport lutarem, tendo que fazer meia volta em inclinações agressivas demais. Com essas lições aprendidas, não tive dificuldade nos obstáculos - então é razoável supor que um off-roader experiente acharia as versões intermediárias ainda bastante capazes. 

2021 Ford Bronco Sport Interior Dashboard
2021 Ford Bronco Sport Interior Center Stack
2021 Ford Bronco Sport Interior Center Console
2021 Ford Bronco Sport Interior Front Seats

Sem escapar do Escape

Apesar do caráter e da capacidade off-road bem distintas, os clientes familiarizados com o Escape sem dúvida irão reconhecer alguns elementos do Bronco. A começar pelo que fica debaixo do capô, onde a maioria dos Bronco Sport terá o motor 1.5 turbo de 3 cilindros. Por sua vez, as versões Badlands e a já esgotada First Edition usarão o 2.0 turbo de 4 cilindros, também do Escape. O câmbio é sempre automático de 8 marchas, com tração integral.

Com peso similar entre eles, não é surpresa que o Bronco Sport tenha desempenho semelhante ao do Escape. Como na maioria dos motores triclíndricos turbinados, há alguma coisa semelhante aos diesel neste motor (talvez a notável vibração), mas ele entrega bons 183 cv de potência e 26,3 kgfm de torque.   

Há um empurrão contundente em baixas rotações, mas, embora o pico de torque seja relativamente alto para motores turbo (3.000 rpm), o Bronco Sport perde força conforme as rotações aumentam. Ele não é de forma alguma um carro rápido, mas mesmo assim parece mais vigoroso na cidade que o Compass 2.4 aspirado de 180 cv (oferecido nos EUA no lugar do 2.0 turbodiesel do Brasil), graças à boa pegada em baixa e à transmissão agradável. 

A caixa de 8 marchas é um grande contribuinte para o elogio acima, superando facilmente a transmissão de 9 marchas dos modelos da FCA. Mudanças mais suaves, reduções mais rápidas e a capacidade de segurar uma marcha por mais alguns segundos são pontos positivos do câmbio da Ford. A cereja do bolo surge na estrada, onde os modos de condução ajudam a produzir um comportamento previsível na maioria das circunstâncias. O Bronco Sport manterá as marchas conforme for necessário, seja por meio do freio-motor na descida ou ao subir um aclive. 

2021 Ford Bronco Sport Exterior Rear End
2021 Ford Bronco Sport Exterior Front End

Obviamente que há outros itens compartilhados com Escape. O volante, exceto pelo logotipo do cavalo na almofada do airbag, é o mesmo do irmão de plataforma, assim como o layout dos controles de climatização e multimídia (com tela de 8" neste caso). Mas podemos perdoá-lo. 

De olho no todo

Isso porque percebemos que a Ford fez um esforço para diferenciar a cabine do Bronco. Duas saídas de ar verticais "ensanduicham" a central multimídia, enquanto logo abaixo há um carregador sem fio para smartphones, permitindo que o espaço no console central seja ocupado por outras coisas. Acabamentos emborrachados na manopla (circular) do câmbio e no seletor de modos de condução dão um apelo de robustez, mas o grande diferencial deste SUV está na escolha de cores e materiais. 

Sim, o plástico prevalece na cabine e parte dele é barato - essa é a pior herança do Escape. Mas a Ford contrastou os plásticos rígidos do painel e laterais de porta com bastante acolchoamento nos principais pontos de contato e colocou detalhes coloridos para quebrar a opacidade cinza. 

Nas versões Outer Banks e Badlands, o Bronco Sport inclui revestimentos brilhantes - o primeiro apresenta uma combinação elegante de azul e cinza, enquanto o segundo está disponível com um acabamento opcional em preto e marrom, que lembra um pouco a F-150 King Ranch. Esses acabamentos em dois tons são um grande motivo para considerar as versões mais caras do modelo. As versões de entrada apresentam acabamentos monótonos bem menos interessantes. 

Vou resistir à tentação de ser poético sobre o exterior, que acho fantástico, especialmente na cor Cactus Gray (esse cinza esverdeado do carro das fotos). Resumindo, o Bronco Sport em nada se parece com o Escape - você nunca diria que eles viajam sobre a mesma arquitetura. Mas, escondidos no design do Sport estão toques inteligentes e funcionais. 

Atrás do volante, o capô amplo e plano imediatamente evoca os veículos off-road da velha guarda. A sutil elevação na metade do teto concede ao Bronco Sport mais espaço vertical na cabine que o Escape, enquanto a porta traseira ganha versatilidade com o vidro que pode ser aberto de forma independente. Na cabine, temos fivelas elásticas na parte traseira dos encostos dos bancos da frente, fixadores de carga inteligentes no porta-malas e até mesmo um abridor de garrafas escondido. E todos esses itens contribuem para a usabilidade geral do veículo.

Conclusão

Logo após a estreia do novo Bronco, em julho, eu já tinha dito que a variante Sport era a mais significativa. Depois de algumas horas com a versão Alter Banks e de fazer off-road com a Badlands, agora estou mais certo disso do que nunca: este é um SUV compacto como a Ford nunca construiu - é divertido, tem capacidade impressionante e personalidade própria. 

Sempre haverá pessoas criticando o compartilhamento de componentes entre carros convencionais e de entusiastas. O Bronco Sport é a prova mais recente de que esta crítica não só está errada como ainda pode gerar produtos diferentes e muito interessantes. Para os brasileiros, a melhor notícia é que o modelo já teve sua importação confirmada para 2021. Virá via México, com a vantagem de não pagar Imposto de Importação. E como demonstrou nesta primeira avaliação, promete fazer sombra nas versões 4x4 do Compass. 

Ouça nosso podcast:

 

2021 Ford Bronco Sport Outer Banks

Motor 1.5 turbo, 3 cilindros, injeção direta
Potência e torque 183 cv / 26,3 kgfm
Transmissão Automática de 8 marchas
Suspensão Tração integral
Peso 1.572 kg
Lugares 5
Preço de entrada $32,160 nos EUA (R$ 167.200)
Preço como testado $36,045 nos EUA (R$ 187.400)
Envie seu flagra! flagra@motor1.com