Ele tem os mesmos equipamentos e custa R$ 8 mil a menos que a versão 2.0 turbo. Vale a pena?

O Chevrolet Equinox ganhou fama no Brasil pelo motor 2.0 turbo de 262 cv (usado no Camaro de entrada lá nos EUA), que lhe garante um desempenho de destaque em sua classe. Mais recentemente, porém, a marca começou a importar também as versões com o 1.5 turbo, mais manso, com 172 cv e 27,8 kgfm de torque, além de trocar o câmbio de 9 marchas pelo de 6 marchas. Isso reduziu o preço do SUV, partindo de R$ 129.990 na versão LT e chegando a R$ 154.990 nesta versão Premier. 

É uma diferença de preço de R$ 8 mil em relação ao 2.0. Será o suficiente para fazer o cliente descartar a versão mais potente? Veja agora os prós e contras do Chevrolet Equinox Premier 1.5 Turbo AWD. 

Prós

Prós e contras: Chevrolet Equinox 1.5T

Premier é a versão topo do Equinox, seja com o motor 1.5, seja com o 2.0. A lista de equipamentos, independentemente da motorização escolhida, é a mesma. Ele vem com itens como teto-solar panorâmico, assistente de manutenção de faixa, ar-condicionado de duas zonas, sistema de estacionamento automático, tração 4x4, faróis full-LED, tampa do porta-malas elétrica, partida remota, alerta de colisão com frenagem automática, sistema de som Bose, carregador de smartphone por indução, multimídia MyLink de 8" com Apple CarPlay e Android Auto, alerta de ponto-cego e 6 airbags, entre outros equipamentos. 

Para efeito de comparação, o Jeep Compass Limited com teto-solar opcional e o pacote de assistentes (com a vantagem de ter o piloto automático adaptativo) sai por R$ 164.990 com o motor 2.0 flex de 166 cv. 

Prós e contras: Chevrolet Equinox 1.5T

O Equinox mede 4,65 metros de comprimento com 2,73 metros no entre-eixos. Assim, ele se destaca em espaço interno principalmente no banco traseiro, com direito a piso plano e saídas de ar exclusivas, além das tomadas USB. Como um bom carro norte-americano, o SUV trata a acomodação dos ocupantes com bastante conforto. Já o porta-malas tem 468 litros, além de um espaço extra sob o piso antes de chegar ao estepe. Some isso com a praticidade da tampa elétrica e temos um perfeito carro de família. 

Prós e contras: Chevrolet Equinox 1.5T

O Equinox 2.0 entrega muita potência, dando a impressão até de que tem motor demais para conjunto de menos. Ou seja, temos 262 cv e 37 kgfm em um SUV com perfil familiar, que tem suspensão macia e direção leve. Com os 172 cv do 1.5 turbo, a conversa é mais linear, principalmente nas arrancadas e em velocidades mais altas, sem exageros. O Equinox 1.5 turbo parece ter um conjunto mais equilibrado entre motor, suspensão e direção.  

Contras

Prós e contras: Chevrolet Equinox 1.5T

Não que os SUVs sejam exemplos de manobrabilidade, mas o Equinox complica além da conta. Apesar da direção elétrica, o ângulo de esterço é baixo: 12,2 metros de diâmetro de giro contra 11,3 m do Compass, que também não é nenhum expoente. Em resumo, é preciso mais de uma manobra até mesmo em vagas amplas ou entradas de shopping em espiral. Nessas horas, ele parece maior do que realmente é. 

Prós e contras: Chevrolet Equinox 1.5T

O Equinox 1.5 é mais equilibrado e anda bem na maioria das situações, mas percebemos que o conjunto não é tão eficiente quanto o esperado. Por exemplo, sem o sistema start-stop, o consumo urbano do 1.5 ficou próximo ao do 2.0 (7,8 vs. 7,2 km/litro) - já no rodoviário foi bem melhor, com 11,4 vs. 10,1 km/litro. O desempenho agrada em uso cotidiano, mas na pista de testes a diferença foi grande: 10,2 segundos de 0 a 100 km/h, bem distante dos ágeis 7,6 segundos do 2.0 turbo. Além disso, o câmbio de 6 marchas tem trocas mais sensíveis e lentas que a caixa de 9 marchas do modelo mais potente. 

Prós e contras: Chevrolet Equinox 1.5T

Em fevereiro, a Chevrolet apresentou a reestilização do Equinox nos Estados Unidos. Produzido no México assim como o modelo que vem para cá, não deve demorar para desembarcar em nosso mercado. Ganhou visual inspirado no Blazer dos EUA, além de receber piloto automático adaptativo e câmeras 360º entre os opcionais. Ou seja, se você está pensando num Equinox, seja 1.5 ou 2.0, talvez seja o caso de esperar um pouco mais pelo modelo renovado. 

 

FICHA TÉCNICA: Chevrolet Equinox 1.5 turbo Premier AWD

MOTOR dianteiro, transversal, quatro cilindros, 16 válvulas, 1.490 cm3, duplo comando de válvulas variável, injeção direta, turbo, gasolina
POTÊNCIA/TORQUE

172 cv a 5.600 rpm; Torque: 27,8 kgfm de 2.500 a 4.500 rpm

TRANSMISSÃO câmbio automático de 6 marchas, tração integral sob demanda
SUSPENSÃO independente McPherson na dianteira e multibraços na traseira
RODAS E PNEUS alumínio aro 19" com pneus 235/50 R19
FREIOS discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira com ABS e ESP
PESO 1.606 kg em ordem de marcha
DIMENSÕES comprimento 4.652 mm, largura 1.843 mm, altura 1.695 mm, entre-eixos 2.725 mm
CAPACIDADES tanque 59 litros; porta-malas 468 litros
PREÇO  R$ 154.990

 

MEDIÇÕES MOTOR1 BR (gasolina)
    Equinox 1.5T AWD
  Aceleração  
  0 a 60 km/h 4,4 s
  0 a 80 km/h 7,0 s
  0 a 100 km/h 10,2 s
  Retomada  
  40 a 100 km/h em D 7,5 s
  80 a 120 km/h em D 7,8 s
  Frenagem  
  100 km/h a 0 40,1 m
  80 km/h a 0 25,7 m
  60 km/h a 0 14,4 m
  Consumo  
  Ciclo cidade 7,8 km/l 
  Ciclo estrada 11,4 km/l

Galeria: Prós e contras: Chevrolet Equinox 1.5T