Eles se reencontram nas versões "off-road"

Quem nunca fez uma viagem para um sítio a poucos quilômetros de sua cidade ou um bate-e-volta na praia simplesmente para curtir a viagem sem gastar muito? Sabe aquela aventura de baixo custo? Então, é basicamente isso que propõe a dupla Fiat Argo Trekking e Ford Ka Freestyle: trazer o estilo e algumas características dos aventureiros mais caros, mas com limitações para não estourar o orçamento.

Eles são as opções aventureiras mais acessíveis entre os hatches compactos. Com preços de R$ 56.690 (Ka) e R$ 59.990 (Argo), os dois reeditam um comparativo que já fizemos há alguns meses entre as versões 1.0 convencionais (veja aqui) e que teve o Fiat como vencedor. Será que o mesmo se repetirá aqui? Vamos a la playa!

Espaço e praticidade

Na hora de acomodar a turma e as tralhas da viagem, o dono do Ka terá um pouco mais de dificuldade. Como aconteceu no comparativo das versões de entrada, o Ford tem menor espaço interno e porta-malas mais reduzido que o Argo, que nasceu para substituir Palio e Punto de uma só vez, com porte mais próximo do segundo. 

Comparativo: Fiat Argo Trekking x Ford Ka Freestyle
Comparativo: Fiat Argo Trekking x Ford Ka Freestyle

Os ocupantes do banco traseiro têm bom espaço para as pernas nos dois carros, mas os ombros ficam mais próximos no Ka, assim como na dianteira as pernas batem no alto console central que acomoda a alavanca do câmbio. O Ka tem até mais espaço do que os números sugerem, mas o Argo leva vantagem nas medidas e na vida real. Os 43 litros a menos no porta-malas do Ford fazem falta ao acomodar até mesmo pequenas malas e outros pertences numa viagem curta - tive que usar uma parte do banco traseiro para cobertas e travesseiros num bate-e-volta em três adultos. 

Em compensação, o Ka é mais prático no dia-a-dia. Uma prateleira logo abaixo dos comandos do ar-condicionado abriga um smartphone conectado ao sistema SYNC 2,5 e há nichos entre os bancos para a carteira, moedas e copos. No Argo, existe apenas um pequeno espaço à frente da alavanca do câmbio (que bate no objeto se ele estiver um pouco para fora) e uma segunda porta USB para os passageiros de trás entre os bancos dianteiros.

Comparativo: Fiat Argo Trekking x Ford Ka Freestyle
Comparativo: Fiat Argo Trekking x Ford Ka Freestyle

Ambos trazem regulagem de altura do banco do motorista e da coluna de direção, mas o Argo poderia ter regulagem de profundidade, já que as versões com motor 1.8 possuem. Ainda na parte de equipamentos, a dupla tem a fixação Isofix e cintos de segurança de três pontos e encostos de cabeça para todos os ocupantes. Mas apenas o Ka tem banco traseiro bi-partido. 

Vantagem: Argo Trekking

Acabamento e equipamentos

Para se diferenciar das demais versões, o Ka Freestyle traz uma curiosa solução do painel na cor marrom, que combina com o tecido dos bancos e detalhes dos forros das portas. Divide opiniões? Sim. Mas garante aspecto um pouco mais refinado ao Ka. Além disso, suas peças estavam melhor acabadas e encaixadas que na unidade cedida para o comparativo dos 1.0 - o que pode mostrar uma evolução na produção em Camaçari (BA). O teto e colunas em preto também dão um estilo diferente ao Freestyle.

Comparativo: Fiat Argo Trekking x Ford Ka Freestyle

Diferenciar o interior do Argo Trekking das demais versões é um pouco mais difícil. Começamos pelo teto e colunas em preto - trazidos do Argo HGT - e seguimos pelos tecidos dos bancos com o bordado "Trekking". O Ka ainda traz uma parte em couro nos bancos, enquanto o Argo só tem tecido. Mas o Fiat exibe melhor aparência interna no geral, com acabamento mais bem cuidado e bancos mais confortáveis, principalmente na dianteira. 

O Argo Trekking que você vê nas fotos tem dois opcionais: as rodas de liga-leve (R$ 1.590) e a câmera de ré (R$ 700). De série, ele vem com a central multimídia UConnect com tela de 7", rodas de 15" com calotas e pneus de uso misto 205/60 R15, computador de bordo, sensor de estacionamento, direção elétrica, banco do motorista com regulagem de altura, conjunto elétrico (vidros, espelhos e travas), alarme e ar-condicionado.

Comparativo: Fiat Argo Trekking x Ford Ka Freestyle

Nos equipamentos, o Ka Freestyle se destaca. Além de mais barato, não traz opcionais. Já vem com central multimídia com tela de 6,5" e espelhamento de smartphones, rodas de liga aro 15", sensor de estacionamento e os outros itens presentes no Argo. A mais, ainda traz os controles de tração e estabilidade com assistente de partida em rampas. 

Vantagem: Empate

Ao volante

O Argo Trekking anda mais? Óbvio. Afinal, são até 109 cv e 14,2 kgfm no motor 1.3 contra os 85 cv e 10,7 kgfm de torque do 1.0 do Ka, então nem mesmo o peso mais baixo (1.081 kg vs. 1.130 kg) compensa a diferença de força e potência. Mas um carro é feito de muito mais que simples números e o Ford se destaca em outros aspectos ao ser conduzido.

Comparativo: Fiat Argo Trekking x Ford Ka Freestyle

Todas as provas de desempenho do Argo Trekking foram superiores às do Ka. Isso é facilmente sentido no dia a dia, já que o Fiat entrega mais força em baixas rotações (algo esperado pela arquitetura de duas válvulas por cilindro do motor Firefly), enquanto o 1.0 do Ka implora por rotações mais altas para andar bem - até mais que outros 1.0 de 3 cilindros. No uso cotidiano, a diferença de potência entre eles parece ainda maior justamente por isso. 

Ka Freestyle e Argo Trekking trazem suspensões diferentes das versões "normais". O Fiat tem molas e amortecedores com maior curso, pneus de uso misto 205/60 R15 e direção elétrica recalibrada para a novo ajuste. A altura livre do solo de é de 210 mm. O Ka Freestyle vai mais longe, com mudanças também nas barras estabilizadoras (mais grossas), bitolas 30 mm mais largas e até um eixo traseiro mais rígido, mas ficou mais baixo que o Argo, com 188 mm do solo. A direção elétrica do Ford também foi recalibrada. 

Comparativo: Fiat Argo Trekking x Ford Ka Freestyle
Comparativo: Fiat Argo Trekking x Ford Ka Freestyle

A suspensão elevada é algo positivo em ambos pois, com o maior curso, a absorção dos impactos na cidade e na terra é bem melhor que nas versões "urbanas". Porém, o Argo tende mais ao conforto (no que contribuem os pneus com lateral mais borrachuda) e faz a carroceria balançar de um lado pro outro ao passar por ruas judiadas, assim como inclinar mais nas curvas. 

O Ka Freestyle é mais equilibrado. Apesar de mais firme, não é desconfortável e tem melhor estabilidade - no asfalto e na terra. Todas as modificações feitas pela engenharia da Ford para o tornar o Ka um aventureiro tiveram mais efeito - faltaram apenas os pneus de uso misto. Ou seja, há mais diferença entre o Ka FreeStyle e o SE do que do Argo Trekking para o Drive. A direção elétrica é leve para manobras como no Fiat, mas responde mais rapidamente aos movimentos e é mais comunicativa em velocidades mais altas. 

Comparativo: Fiat Argo Trekking x Ford Ka Freestyle

Se o Argo tem o motor 1.3 com mais fôlego, o Ka responde com o melhor câmbio. A nova caixa MX65 tem engates justos e operação silenciosa, enquanto o Argo usa um sistema com engates mais longos e menos justos, além de um pouco barulhento em baixas rotações. Ambos vivem de uma relação de diferencial bem curta para ganhar agilidade. Na estrada, isso se converte em uma viagem mais ruidosa, apesar do melhor isolamento acústico no Ford, e prejudica o consumo: basta ver a diferença entre o que cada um consome na cidade e na estrada (poderia ser melhor no uso rodoviário), com vantagem para o Ka nos dois cenários. 

Comparativo: Fiat Argo Trekking x Ford Ka Freestyle

Apesar de passarem longe de um legítimo off-road, esses hatches vão mais além na terra do que muito SUV de shopping. Com seu equilíbrio, o Ka permitiu andar um pouco mais rápido nas estradas de chão, sendo mais dócil e pedindo menos correções de trajetória nas curvas. Já o Argo chega a ser divertido com suas fáceis saídas de traseira e retomadas de prumo com um simples toque no volante. Nenhum dos dois acusou fim de curso nesta situação, mostrando que o acerto foi corretor para este uso. E, sim, o isolamento da carroceria deixou toda a poeira do lado de fora nos dois casos.

O Ka só não vence neste quesito porque falta força para acompanhar o pique do Argo - e isso faz diferença tanto no uso urbano quanto numa ultrapassagem ou subida de serra. Uma pena a Ford ter deixado de oferecer o FreeStyle com o motor 1.5 de 136 cv ligado ao câmbio manual - agora vem somente com transmissão automática. 

Vantagem: Empate

Compra e manutenção

Agora vamos falar de preços. O Ka Freestyle 1.0 tomou o lugar do 1.5 manual e trouxe o preço para baixo: R$ 56.690, sem opcionais. O Argo Trekking começa em R$ 59.990, mas a câmera de ré e rodas de liga-leve opcionais elevam o preço para R$ 62.280. O Fiat reverte a vantagem na hora das revisões, sendo mais barato nas três primeiras - mas a diferença é muito pequena se comparada ao quanto o Ka custa menos na compra.

  1ª REVISÃO 2ª REVISÃO 3ª REVISÃO TOTAL
Fiat Argo 1.3 R$ 268,00 R$ 508,00 R$ 432,00 R$ 1.208,00
Ford Ka 1.0 R$ 359,00 R$ 447,00 R$ 574,00 R$ 1.380,00

 

Vantagem: Ka Freestyle

Conclusão

Como vimos ao longo do teste, o duelo foi equilibrado e a decisão depende das prioridades de cada consumidor. O Argo Trekking justifica a diferença de R$ 3.300 para quem valoriza aspectos como desempenho, acabamento e espaço interno. Inexplicavelmente, porém, a Fiat ainda peca por não oferecer os controles de estabilidade e tração, mesmo que como opcional. A Ford, por outro lado, investe mais em segurança e equipamentos em seu Ka FreeStyle, além de se destacar na dinâmica de condução. Se o motor 1.0 for suficiente para você, optar pelo Ford também pode ser uma boa opção. 

Fotos: Paulo Henrique Trindade 

Fichas técnicas

  Fiat Argo Trekking 1.3 Ford Ka Freestyle 1.0
MOTOR dianteiro, transversal, quatro cilindros, 8 válvulas, 1.332 cm3, comando simples com variador de fase, flex; dianteiro, transversal, 3 cilindros em linha, 12 válvulas, duplo comando com variador de fase na admissão e escape, 997 cm³, flex
POTÊNCIA/TORQUE 101/109 cv a 6.250 rpm; 13,7/14,2 kgfm a 3.500 rpm; 80/85 cv a 6.500 rpm / 10,2/10,7 kgfm a 3.500 rpm
TRANSMISSÃO câmbio manual de 5 marchas, tração dianteira câmbio manual de 5 marchas, tração dianteira
SUSPENSÃO

independente McPherson na dianteira e eixo de torção na traseira

independente McPherson na dianteira e eixo de torção na traseira
RODAS E PNEUS  aço aro 15" com pneus 205/60 R15 (liga leve opcional) liga leve de 15" com pneus 185/60 R15
FREIOS discos na dianteira e tambores na traseira, com ABS e EDB discos ventilados na dianteira e tambores na traseira com ABS e EDB
PESO 1.130 kg em ordem de marcha 1.081 kg em ordem de marcha
DIMENSÕES comprimento 3.998 mm, largura 1.724 mm, altura 1.568 mm, entreeixos 2.521 mm comprimento 3.954 mm, largura 1.695 mm, altura 1.564 mm, entre-eixos 2.491 mm
CAPACIDADES porta-malas 300 litros, tanque 48 litros tanque 51 litros, porta-malas 257 litros
PREÇO

R$ 59.990 (R$ 62.280 como testado)

R$ 56.690
MEDIÇÕES MOTOR1 BR
    Fiat Argo Trekking 1.3 Ford Ka Freestyle 1.0
Aceleração    
  0 a 60 km/h

5,4 s

5,5 s 
  0 a 80 km/h 8,7 s

9,1 s 

  0 a 100 km/h 12,3 s 14,0 s 
Retomada    
  40 a 100 km/h em 3ª 11,1 s

13,4 s

  80 a 120 km/h em 4ª

11,6 s

15,6 s 
Frenagem     
  100 km/h a 0 42,8 m 38,5 m 
  80 km/h a 0 26,8 m 24,7 m 
  60 km/h a 0

15,0 m 

13,7 m 

Consumo    
  Ciclo cidade 8,0 km/l 9,0 km/l
  Ciclo estrada 11,4 km/l

11,9 km/l 

Galeria: Comparativo: Fiat Argo Trekking x Ford Ka Freestyle