O mercado dos hatches populares não se resume a Onix e HB20

Enquanto os líderes de venda Chevrolet Onix e Hyundai HB20 vão passar por grandes renovações ainda neste ano, outros players do mercado despontam no ranking. Entre os hatches populares, o Ford Ka (que em diversos meses briga com o HB pelo segundo lugar) e o Fiat Argo (que chegou ao mercado como um produto "caro" e acabou sendo reajustado pela marca) vêm conquistando os clientes que procuram um produto que não irá mudar tão cedo ou simplesmente desejam sair do lugar comum. 

No mês de fevereiro isso ficou ainda mais claro. Enquanto Onix e HB20 se mantiveram em suas posições, Ka e Argo conquistaram o terceiro e quarto lugar, respectivamente, com o Ford subindo para a segunda colocação no acumulado de 2019 até aquele momento. As versões mais procuradas são as com motor 1.0 e preços entre R$ 45 mil e R$ 50 mil. Por isso, reunimos aqui o Ka SE e o Argo Drive, as configurações mais vendidas de cada um deles. 

Espaço e praticidade

O Argo nasceu para substituir de uma só vez o Palio e o Punto, sem prejudicar o Uno - ao menos em teoria. Para tanto, seu porte é superior e isso fica evidente ao colocá-lo ao lado do Ka, que tem quase 6 cm a menos de comprimento e cerca de 3 cm a menos de entre-eixos. Pode parecer pouco, mas isso faz uma bela diferença na cabine. 

Comparativo: Ford Ka x Fiat Argo
Comparativo: Ford Ka x Fiat Argo

O Ka nasceu a partir da plataforma do Fiesta, mas privilegiou o espaço no banco traseiro. Ficou com maior área para as pernas do que suas medidas sugerem, mas o porta-malas saiu prejudicado (257 contra 300 litros do Fiat). Na largura, nenhum dos dois leva três adultos no banco traseiro com conforto, mas o Ka espreme mais os ocupantes. Na dianteira, além dos bancos mais finos, o Ford tem o console central elevado, que ocupa precioso espaço para o joelho do motorista. Os 29 mm a menos na largura deixam o habitáculo mais limitado, mesmo sendo mais alto. 

Comparativo: Ford Ka x Fiat Argo
Comparativo: Ford Ka x Fiat Argo

Desde as versões de entrada, Ka e Argo trazem a regulagem de altura do volante (o Ford tem regulagem de altura do banco do motorista, que o Argo traz a partir da versão Drive), o que ajuda na hora de encontrar a melhor posição para dirigir. No banco traseiro, há fixações Isofix e três encostos de cabeça com cinto de segurança de três pontos, porém, apenas o Ka tem o encosto com rebatimento bipartido 60/40. Para guardar carteira, celular e afins, o Ford tem uma prateleira abaixo dos comandos do ar-condicionado e porta-trecos entre os bancos. No Argo, existe apenas um espaço junto da alavanca do câmbio. 

Vantagem: Argo

Acabamento e equipamentos

Ponto mais fraco do Ka é sua construção e acabamento, com gaps irregulares de carroceria bem evidentes. Por mais que a Ford tenha dito que retrabalhou algumas partes na reestilização, o hatch ainda fica devendo refinamento mesmo diante de concorrentes mais antigos, como Onix e HB20. Ao lado do Argo então, que aproveitou o aprendizado da Fiat com a Jeep para se colocar em posição de destaque, parece que estão separados por uns bons milhares de reais. 

Fiat Argo Drive

Ambos usam apenas plásticos rígidos em suas cabines, mas o Argo agrada muito mais aos olhos (as inspirações nos Alfa Romeo fizeram a diferença) e ao toque. Na verdade, o Ka até traz uma sensação negativa, com peças desalinhadas, rebarbas e uma aparente falta de cuidado na montagem. As portas do Fiat têm uma porção bem maior de tecido que o Ford, como reflexo de um projeto que nasceu para substituir um modelo superior - o Punto. Até mesmo o volante do Fiat tem aro mais grosso e detalhes como uma falsa faixa superior injetada e diferentes texturas. No painel de instrumentos, o Argo traz uma tela de alta definição e mostradores maiores com ponteiros vermelhos, enquanto o Ka é bem simplório em seus instrumentos. 

Ford Ka SE

Por falar em equipamentos, ambos possuem os itens agora considerados básicos, como ar-condicionado, direção elétrica, vidros dianteiros elétricos, travas elétricas e computador de bordo. As rodas são de ferro aro 14" com calotas (pneus 175/65) nos dois carros. 

Mesmo mais barato, o Ka tem mais itens que o Argo na versão "sem nome". Começando pelo sistema de som com USB e Bluetooth e um suporte para smartphone (opcional que custa R$ 1.350 no Argo). Há também limpador, lavador e desembaçador traseiro (R$ 650 no Argo), tapetes de borracha e ajuste de altura do banco do motorista. O Argo Drive traz tudo isso (menos o som, ainda opcional) por R$ 51.490, ou R$ 5.940 a mais. Mas com essa grana é possível levar o Ka SE Plus, com central multimídia, faróis de neblina, rodas 15" de ferro, sensor de estacionamento traseiro e os 4 vidros elétricos, por R$ 49.050. 

Vantagem: empate

Ao volante

Argo e Ka já se beneficiam de motores de nova geração, com 3 cilindros. Além de melhor eficiência energética, também trazem números de potência e torque que um dia pertenceram a motores de cilindrada maior. O Ford nasceu primeiro e ainda é o mais potente 1.0 aspirado do mercado, com até 85 cv (acompanhados de 10,7 kgfm de torque). Nele encontramos também um novo câmbio manual de cinco marchas. 

Comparativo: Ford Ka x Fiat Argo

O Argo tem uma particularidade. Mesmo o motor Firefly sendo um projeto moderno, manteve duas válvulas por cilindro (ante as 4 dos oponentes tricilíndricos) para, segundo a Fiat, privilegiar o torque em baixas rotações. Funcionou, já que ele rende até 10,9 kgfm (0,2 kgfm a mais que o Ka) a 3.250 rpm, ou 1.250 rpm antes que o Ford. O câmbio também é manual de cinco marchas, mas nada de muito diferente das caixas já utilizadas pela marca anteriormente - apenas com revisões em fluído lubrificante e algumas peças por eficiência. 

Com força extra em rotações iniciais, o Argo desenvolve melhor na cidade mesmo sendo 68 kg mais pesado que o Ka. No trânsito, por exemplo, as trocas de marchas podem ser feitas mais cedo e não há tanta necessidade de reduções naquelas pequenas ultrapassagens típicas do dia a dia. O Ka pede mais aceleração nas mesmas situações e, às vezes, uma primeira marcha para ter a resposta necessária. Quando parados, o Argo amortiza melhor a vibração característica dos motores 3 cilindros, gerando maior conforto. 

Comparativo: Ford Ka x Fiat Argo

Quem compra um modelo 1.0 está mais preocupado com consumo do que com aceleração de 0 a 100 km/h - nesta caso, o Ka foi consideravelmente mais rápido, aliás. O apetite dos dois é bem contido e próximo, com leve vantagem para o Ka na cidade e para o Argo na estrada, quase um empate técnico. Nas ultrapassagens, ambos exigem paciência e cálculo na estrada, mas o Ford leva vantagem pela maior potência e elasticidade em altas rotações. 

Comparativo: Ford Ka x Fiat Argo
Comparativo: Ford Ka x Fiat Argo

Porém, se você passa muito tempo ao volante ou fica longos períodos em tráfego intenso, o Argo será uma melhor escolha. Ele tem a dirigibilidade mais leve (peso da embreagem, do câmbio e até do acelerador) e um banco mais confortável e anatômico, que acomoda melhor o corpo e cansa consideravelmente menos que o Ford. Por sua vez, o Ka agrada pelos engates do câmbio mais leves e precisos (uma das maiores evoluções desta nova transmissão), pela posição de dirigir mais baixa e pelo volante menor e com uma caixa de direção mais direta.

Comparativo: Ford Ka x Fiat Argo

Se perde no conforto, no entanto, o Ka é o mais divertido de guiar entre os populares. Ele compensa a falta de emoção do motor "mil" (que gosta de girar alto) com uma suspensão bem acertada, uma direção ágil e um pedal de freio firme. Atreva-se a jogar o Ka nas curvas com emoção e ele responderá com pouca rolagem de carroceria e apontando com precisão na direção desejada, sem reclamar ou colocar em xeque a decisão do motorista. A alma do Ka original ainda está viva ali. 

Vantagem: Empate

Compra e manutenção

Já dissemos que o Ford Ka tem a melhor relação custo/equipamentos do comparativo. Além de mais barato, é mais equipado que o Argo. Porém, na hora da manutenção, o Fiat é mais barato no período de três anos (o tempo de garantia de ambos), principalmente na primeira e terceira revisões. O troco do Ka vem no seguro, com média de R$ 1.800 contra R$ 2.300 do Argo, pelo perfil do Motor1.com - homem de 45 anos, morador da zona oeste de São Paulo com garagem em casa e no trabalho.  

  1ª REVISÃO 2ª REVISÃO 3ª REVISÃO TOTAL
Fiat Argo 1.0 R$ 224,00 R$ 464,00 R$ 388,00 R$ 1.076,00
Ford Ka 1.0 R$ 359,00 R$ 447,00 R$ 574,00 R$ 1.380,00

 

Vantagem: Ka

Conclusão

Comparativo: Ford Ka x Fiat Argo

O Argo levaria o comparativo com certa facilidade se não fosse seu preço consideravelmente mais alto. O Ka se defende no preço e nos equipamentos, além de ter melhor desempenho e uma dinâmica mais viva. Porém, se você pode gastar um pouco mais, o Fiat compensa pelo projeto mais refinado, com melhor construção e acabamento, além de ser maior e mais confortável. 

Fotos: Paulo Henrique Trindade

Fichas técnicas

  Fiat Argo 1.0 Ford Ka 1.0
MOTOR dianteiro, transversal, três cilindros, 6 válvulas, 999 cm3, comando simples variável, flex dianteiro, transversal, três cilindros, 12 válvulas, 997 cm3, duplo comando com variador na admissão e escape, flex
POTÊNCIA/TORQUE 72/77 cv a 6.250 rpm 10,4/10,9 kgfm a 3.250 rpm 80/85 cv a 6.500 rpm / 10,2 a 3.500 rpm/10,7 kgfm a 4.500 rpm
TRANSMISSÃO manual de 5 marchas; tração dianteira manual de 5 marchas; tração dianteira
SUSPENSÃO

independente McPherson na dianteira e eixo de torção na traseira

independente McPherson na dianteira e eixo de torção na traseira
RODAS E PNEUS  aço aro 14" com pneus 175/65 R14 aço aro 14" com pneus 175/65 R14
FREIOS discos sólidos na dianteira e tambores na traseira, com ABS discos sólidos na dianteira e tambores na traseira, com ABS
PESO 1.105 kg em ordem de marcha 1.037 kg em ordem de marcha
DIMENSÕES comprimento 3.998 mm, largura 1.724 mm, altura 1.503 mm, entre-eixos 2.521 mm comprimento 3.941 mm, largura 1.695 mm, altura 1.525 mm, entre-eixos 2.490 mm
CAPACIDADES tanque 48 litros, porta-malas 300 litros tanque 51 litros; porta-malas 257 litros
PREÇO

R$ 51.490 (Drive)

R$ 45.550 (SE)
MEDIÇÕES MOTOR1 BR
    Fiat Argo 1.0 Ford Ka 1.0
Aceleração    
  0 a 60 km/h

6,3 s

5,9 s 
  0 a 80 km/h 10,7 s

9,3 s 

  0 a 100 km/h 15,9 s 13,9 s 
Retomada    
  40 a 100 km/h em 3ª 13,8 s 13,2 s
  80 a 120 km/h em 4ª 15,8 s 14,3 s 
Frenagem     
  100 km/h a 0 43,9 m 44,7 m 
  80 km/h a 0 27,5 m 28,5 m 
  60 km/h a 0

15,4 m 

16,1 m 
Consumo    
  Ciclo cidade 9,0 km/l 9,2 km/l
  Ciclo estrada 13,2 km/l

13,1 km/l 

 

Galeria: Comparativo: Ford Ka x Fiat Argo