Derivado do 308, o Peugeot 408 também está cada vez pior nas vendas. Teve seus momentos em 2018, com um pico de 175 unidades em abril. Só que em outros meses despencou para menos de 20 veículos vendidos por mês. Ganha somente do 308 e do 5008 dentro da Peugeot – só que este último tem o argumento de custar pouco mais que o dobro. No ano passado, o 408 emplacou 739 unidades, 379 veículos menos que em 2017. Em breve, deverá acompanhar o caminho do rival Renault Fluence, que deixou de ser vendido no ano passado.