Lançado mundialmente em 2017, o Kona é outra opção que poderia ser facilmente vendida no Brasil como opção mais descolada ao Creta. Caracterizado por inaugurar a nova identidade visual da Hyundai no segmento de SUVs, o modelo tem sistema de iluminação frontal em dois andares, com a parte superior dedicada ao DRL e aos piscas, e a inferior formada pelos faróis de LED propriamente ditos. Ao todo, são 4,17 m de comprimento, 1,80 m de largura, 1,55 m de altura e 2,60 m de entre-eixos. Sob o capô, tem motores 1.0 T-GDI de 120 cv e 17,5 kgfm de torque, 1.6 T-GDI de 177 cv e 27 kgfm (o mesmo usado pelo New Tucson), 2.0 aspirado de 149 cv e 18,3 kgfm, e 1.6 turbodiesel dedicado apenas à Europa. Dependendo do mercado, o câmbio pode ser manual de 6 marchas, automático convencional também de 6 relações ou automatizado de dupla embreagem e 7 posições.