Considerado o segundo modelo próprio da divisão de luxo DS, o DS 3 Crossback é construído sobre a Common Modular Platform (CMP) e sua derivada e-CMP, que pode ser encontrada em uma versão totalmente elétrica. Como no compatriota C3 Aircross, pode ser equipado com motores 1.2 PureTech turbo (neste caso com 100 cv, 130 cv e 155 cv) e BlueHDI (desta vez 1.5) com 100 cv e 130 cv. Os propulsores podem ser indexados a um câmbio manual de 6 marchas ou à nova caixa automática de 8 posições EAT8. Não há opção de tração integral, mas a marca oferece o sistema Grip Control como alternativa para melhorar o desempenho em superfícies escorregadias. A DS tem planos de expansão global e a expectativa é que o Brasil esteja incluído nestes investimentos.