Importador oficial da Kia no Brasil, o Grupo Gandini quis diversificar um pouco suas operações. Já que os carros da marca coreana não poderiam ser vendidos com processo competitivo, graças ao Super IPI, decidiram apostar em uma empresa chinesa. Escolheram a Geely, que veio com o sedã EC7 e o hatch GC2 em 2014. O GC2 era barato, tabelado a R$ 29.900, e usava motor 1.0 12V de 68 cv. Dois anos depois, com apenas 1.019 unidades emplacadas (somando os dois carros), a marca deixou de operar no nosso mercado.